2019: o ano de Leonardo Da Vinci em Milão

2019 é o ano de leonardo Da Vinci em Milão, já que se comemora os  500 anos da morte (2 de maio de 1519) do gênio Leonardo Da Vinci,  e Milão (e a Itália) abrem ao público uma série de mostras especiais e reaberturas de obras o grande artista toscano.

Leonardo chega em Milão em 1482, aos 30 anos e passa aqui 18 anos de sua vida, trabalhando na corte do então duque de Milão, Ludovico Sforza. A cidade vai ser uma importante etapa na sua carreira como artista e engenheiro-projetista de máquinas e armamentos.

Vai deixar a cidade em 1500 e passa por aqui de novo, brevemente a caminho da França, onde vai falecer em Amboise em 1519.

Observando algumas folhas de seus códigos, é possível ver como Leonardo dedicou a Milão alguns de seus estudos, projetando comportas e eclusas para os canais, fazendo mapas da cidade e idealizando uma cidade ideal para Ludovico Sforza.

Para saber mais sobre o que ver de Leonardo em Milão, o blog tem vários posts, como: Itinerário Da Vinci em Milão, Última Ceia de Da Vinci: história e curiosidades, Como visitar a Última Ceia, Os vinhedos de Da Vinci em Milão.

Abaixo deixo a programação das mostras para a comemoração dos 500 anos de sua morte, que começam dia 2 de maio, com a reabertura da Sala delle Asse no Castelo Sforzesco.

Sala de Asse – Castello Sforzesco

No dia 2 de maio, a reabertura depois de 3 anos de restauração da Sala delle Asse, é o ponto alto das comemorações em Milão.

Afrescada por Leonardo e seus discípulos para Ludovico Sforza, a sala apresenta um pergolado na abóboda.

Mas dessa vez, em vez de vermos o trabalho do artista com os olhos voltados para o alto, serão montadas passarelas-mezaninos, para que o público possa ver também vestígios do desenhos preparatórios descobertos pelos restauradores.

De 16 de maio a 18 de agosto de 2019 na Capela Ducal do castelo, uma seleção de desenhos originais e um vídeo multimídia permitirá ao público entender como era a composição original da sala.

Pinacoteca Ambrosiana

A grande instituição milanesa é a proprietária do famoso Código Atlântico e para as comemorações vai expor algumas folhas dividindo a mostra em 4 partes.

A primeira parte, exposta de 18 de dezembro de 2018 até 17 de março 2019, vai apresentar desenhos-projetos feitos em modo específico para a cidade de Milão.

A segunda parte, exposta de 19 de março 2019 à 16 de junho 2019 apresentará desenhos de projetos bélicos e de engenharia civil.

De 18 de junho a 15 de setembro a mostra continua com a terceira parte dedicado aos desenhos do artista da fase francesa, nos seus últimos anos antes da morte.

As comemorações na Ambrosiana vão se concluir com a última parte de 17 de setembro a 12 de janeiro 2020 com a mostra Leonardo e seus ensinamentos.

Na Pinacoteca Ambrosiana é possível também ver o quadro ‘Retrato de Músico’, datado 1485.

Palazzo Reale

O museu milanês dedica duas mostras inspiradas nos temas ‘leonardescos’.

A primeira, 4 de março a 23 de junho, é intitulada ‘O maravilhoso mundo da natureza antes e depois de Leonardo’ e estuda como ele tenha mudado a percepção da natureza na Lombardia.

A segunda, de 7 de outubro a 23 de janeiro 2010 será ‘A ceia de Leonardo para Francisci I: uma obra prima em seda e prata’ uma cópia em tapeçaria encomendada pelo rei da França e esposa e exposta aqui pela primeira vez, completamente restaurada.

A experiência Leonardo em Milão continua nos lugares símbolos e permanentes para conhecer melhor o grande artista toscano: Itinerário Da Vinci em Milão.

REDES SOCIAIS

PASSEIOS GUIADOS EM MILÃO

CONHEÇA O GUIA MILÃO NAS MÃOS

e-Book Grátis: CLIQUE PARA BAIXAR

HOTÉIS EM MILÃO

POST ÍNDICE

FOTOS EM MILÃO

FOTOS EM MILÃO

OS MAIS LIDOS

OS MAIS PROCURADOS

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *