5 motivos para visitar Milão em 2015

Dois mil e quinze: esse é ‘O’ ano para a cidade de Milão.

Colocada em 3 lugar na lista dos 10 países para se visitar ano que vem pela Lonely Planet, a cidade vai chamar a atenção do mundo e espera receber 20 milhões de turistas no ano que vem.

Considerada por muito anos pelos viajantes como sem graça, entediante e muito business e vista como patinho feio se comparada as irmãs Florença, Roma e Veneza, Milão mais uma vez se reinventa e abre suas portas para hospedar o terceiro maior evento mundial.

Para quem já conhece a sabe que passar por aqui é sempre se atualizar com o que acontece de melhor na Itália ou para quem nunca veio, conheça os 5 motivos para visitar Milão em 2015.

1. Expo 2015

O evento ainda é bem desconhecido do grande público ou pelo menos pelos brasileiros. Ultimamente é uma pergunta frequente dos meus clientes, que chegam na cidade e dão de cara com o grande logo do evento espalhado pela cidade: o que é a Expo¿

Organizada pela primeira vez em 1851 em Londres, por vontade do príncipe Alberto, reunia em uma época onde as informações não eram acessíveis rapidamente a todos, o que existia de mais novo no mundo das artes, ciências, inovações, educação e comércio.

Hoje, o terceiro maior evento do mundo (depois da Copa e Olimpíadas) é realizado a cada 5 anos em um país diferente e discute temas de interesse universais.

A Expo2015 Milano, que terá cerca de 147 países partecipantes e vai propor um tema de grande interesse mundial: alimentação. Nutrir o planeta, energia para a vida será o tema discutido nos 6 meses de exposição, que vaia contecer de 1 de maio a 31 de outubro em uma área que está sendo construída especialmente para o evento e que terá a estrutura das antigas cidades romanas com duas ruas principais que se cruzam: o cardo e o decumano.

Rendering da Praça Itália na Expo2015 - Foto Expo2015

Rendering da Praça Itália na Expo2015 – Foto Expo2015

Para saber mais sobre o evento, leia esse post e esse post onde contamos um pouco mais sobre a Expo2015.

Os ingressos já estão a venda no site do evento, clicando aqui.

Para reservar seu hotel, dê uma olhada no nosso post com dicas de hotéis em Milão por bairros.

2. As grandes mostras

Nos últimos anos, Milão vem se confirmando como um dos grande pólos culturais italianos e europeus com uma programação variada de mostras expostas em museus de grande importância da cidade.

Ano que vem, essa programação recebe uma atenção diferenciada em vista da Expo e Milão recebe trabalhos reunidos mais vistos antes.

É o caso da mostra das mostras, Leonardo 1452-1519, dedicada ao grande gênio italiano Leonardo Da Vinci, que em Milão viveu quase 20 anos deixando aqui, entre outras obras, a sua célebre Última Ceia.

A maior mostra sobre o artista toscano até hoje realizada na Itália, será inaugurada 15 dias antes da abertura da Expo, no dia 15 de abril, data de nascimento de Da Vinci. Dividida em 12 temas, vai percorer transversalmente as obras do artista, através da exposição de inúmeros desenhos, códigos, estudos de pintura e anatomia, quadros e anotações provenientes de vários museus e coleções de todo o mundo.

leonardodavinci_milao

O Museu 900 hospeda nos seis meses da exposição a mostra “A coleção ideal de arte italiano do século 20”, o melhor da coleção contemporânea de 5 grandes museus italianos.

A Triennale de Milão, grande museu dedicado ao design italiano, em sincronia com o tema tratado, apresenta uma mostra sobre utensílios de cozinha.

Se o bate boca entre as cidades (típico por aqui) se resolverá de forma positiva, se fala também de quadros de Caravaggio, nascido em Milão, expostos em ocasião da Expo.

Mas quem passar por aqui, além de tudo isso, poderá também se abastecer de arte e cultura nas casas museus, visitando a Última Ceia e a Pietà Rondanini de Michelangelo.

3. Programação do Teatro Scala

De novo, tudo culpa da Expo.

Para atender a demanda de turistas previstos durante o evento, o grande teatro italiano de lírica, apresenta no ano que vem uma programação oversize.

Tudo começa no próximo dia 7 de dezembro, quando ‘La prima delle Scala’ apresenta a ópera Fidelio de Beethoven dirigida pelo maestro Daniel Barenboim.

De maio a outobro do ano que vem, o teatro vai permanecer aberto todas as noites para apresentar cerca de 17 óperas (Tosca, Bohème, Turandot, Aida, Carmen, Cavalaria Rusticana entre outras), além dos concertos da orquestra filármonica e das apresentações de ballet (Giselle, Bella Adormecida, Quebra-Nozes, etc).

A direção o teatro promete também cerca de 20-25 espetáculos com preço reduzido pela metade e com a venda de ingressos diretamente nas bilheterias do teatro.

Pode ser a sua chance de conhecer La Scala di Milano.

4. Milão de cara nova

Um evento das dimensões da Expo e todos os gastos que ele comporta para a cidade, não acontece sem que rios de polêmica sejam levantados.

Mas o evento está aí e vai acontecer e a cidade está se preparando para isso, aumentando a infra-estrutura e restaurando pontos turísticos e históricos da cidade, como a limpeza da Galeria Vittorio Emanuele, a reforma da Darsena (o ‘porto’ na linda área dos canais) e a restauração de portas e estátuas da cidade.

No quesito transporte público, novas estações deverão ser abertas e a linha lilás (M5) deve chegar finalmente até o estádio de San Siro.

5. Os arredores de Milão

Sim, os arredores sempre estiveram e estarão aqui e você não precisa de motivos especiais para conhecer as belezas da Lombardia, Piemonte e Veneto, mas quem passar por aqui ano que vem com certeza vai dedicar alguns dias para explorar melhor o Bel Paese.

Nada melhor do que explorar cidades vizinhas e de grande beleza como Bérgamo, Turim, Como e Bellagio, Mântua, a linda região dos nossos espumantes Franciacorta, Verona e Veneza, entre outras e quem sabe se dedicar a conhecer os Patrimônios Unesco da Lombardia pelo caminho.

Lago de Como arredores Milão

Lago de Como – Foto Milão nas mãos

Grande parte das cidades perto de Milão estão se preparando para o fluxo de turistas que visitará Milão e também estão preparando um calendário para agradar turistas e locais.

Ou seja, se você estava pensando em vir para cá, que tal ano que vem?

Para atualizações sobre a Expo2015 e os eventos em Milão, siga o Milão nas mãos no Facebook, Twitter e Google +

7 respostas
  1. Flavia says:

    Boa tarde. Em julho pretendo ir a Milão para reconhecimento de minha cidadania italiana e ficarei na cidade por aproximadamente 15 dias. Pretendo conhecer cidades próximas que possa ir de trem ou ônibus e que possa voltar a Milão para pernoitar. Em meus planos estão: Milão, Veneza, Verona. Quais cidades você indicaria? Obrigada.

    Responder
  2. Marisa says:

    Acompanho todos os seus posts, e são muito úteis. Tem feito com que me encante com muitos lugares.Obrigada !
    Com relação a Expo, visto que estarei visitando Milão neste mês de Janeiro, existe neste momento algum local, ou pavilhão, que possa ser visitado para ter uma ideia do que está sendo feito?
    Um grande abraço, Marisa

    Responder
    • Mage Santos says:

      Ola Marisa!
      Obrigada… que bom que você gosta!
      Olha, em frente ao Castelo tem o Expo Gate, mas é um espaço dedicado a eventos ligados a Expo
      Dê uma passada, entre, mas não sei o que está rolando… A festa mesmo é a partir de março
      Boa estadia!!

      Responder
  3. Pedro @viajecompedro says:

    Pois é, ano que vem é quase certo que volto a Milão. Ah, e foi bom você comentar sobre os arredores. Pra quem só usa Bergamo como aeroporto barato, confirmo aqui que a cidade é muito charmosa merece mesmo uma visita.

    Abraço!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *