Armani Silos e Mudec em Milão

Ainda longe da invasão turística, desde maio de 2015 o bairro de Zona Tortona ganhou dois novos museus, bem diferente entre eles: Armani Silos e Mudec, o Museo delle Culture.

O bairro, que tem um passado industrial recente, é cheio de grandes espaços como galpões, que nos últimos anos chamaram a atenção de grandes marcas da moda, que ali montaram seus show rooms e fotógrafos e artistas que estabeleceram seus estúdios.

 Zona Tortona ‘ferve’ praticamente uma vez por ano, durante o Salão do Móvel, já que nas ruas do bairro é armado um dos espaços mais interessantes do Fuori Salone.

As ofertas de restaurantes interessantes como God Save the Food, Al Fresco, Amouse Bouche, Hambistrot e até um hotel 5 estrelas no bairro, proporcionou uma leve revitalização mas preservando ainda aquele ar de bairro residencial.

 ARMANI SILOS

Pensado para comemorar os 40 anos de atividade do grande estilista italiano, o grande espaço dedicado às criações do estilista é Armani em estado puro.

Armani Silos

Construído nos anos 50 para armazenar os cereais da marca Nestlè (daí vem o nome Silos), são 4.500 mt2 em 4 andares que acolhem uma seleção das criações de Armani, divididas em temas que contam a história e a estética do estilista.

Genial a ideia de abrir o percurso com a exibição solitária do figurino usado por Richard Gere em Gigôlo Americano, um marco na história do estilista, já que foi a partir desse filme que ele teve uma projeção internacional como contei nesse post.

Milão Armani Silos

Daywear, Stars, Exotismo, Cromatismo e Luz são os temas escolhidos para mostrar 40 anos de criações que apesar dos anos, parecem atuais.

No último andar ainda é possível consultar o arquivo digital que conserva mais de 1.000 looks divididos por estação e coleção, desenhos, fotos dos bastidores dos desfile e de campanhas publicitárias. E não faltam uma cafeteria e uma lojinha para quem não pode sair de lá sem uma lembrancinha.

colecao_armani_silos roupas_armani_silos_milao

Uma visita obrigatória para os muitos (e poucos) apaixonados pela moda.

MUDEC – MUSEO DELLE CULTURE

Do outro lado da rua, fazendo par com Armani Silos fica o Mudec, ou Museu das Culturas, antigo projeto da prefeitura de Milão que levou 15 anos para ser realizado.

Em uma parte do que antigamente era a industria eletro mecanica Ansaldo, construída no início do século 20, o arquiteto star David Chipperfield pensou nas salas principais que rodeiam uma grande ‘praça’ branca e ondulada.

Mudec museu_mudec_milao

O museu hospeda parte da coleção africana e indígena que antes ficava no Castelo Sforzesco (a entrada para essa coleção é grátis) e oferece também um calendário com mostras temporárias como a atual (até março 2016) Barbie – The Icon, que apesar da polêmica (sobre o tema da mostra) e de eu não ser fã da loira, está bem legal.

Mudec Museus Milão

O Mudec também conta com um restaurante bem espaçoso que ainda não tive a oportunidade de conhecer.

Um lugar que vale a visita, nem que seja para ficar por dentro das novas e lindas arquiteturas de recuperação de Milão, que além desses dois novos museus, inclui a Fundação Prada, contada nesse post.

Armani Silos

Via Bergognone, 40

De quarta a domingo: das 11 ás 19

Ingressos: 12 euros – 15 euros (com áudio guia)

Mudec

Via Tortona, 56

Segundas: das 14h30 ás 19h30

Terças, quartas, sextas e domingos: das 9h30 às 19h30

Quintas e sábados: das 9h30 ás 22h30

Ingressos mostras temporárias: inteiro de 10 a 12 euros – ingresso reduzido de 8 a 10 euros

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *