Bate e volta de Milão para o Lago de Como

Já cantei as belezas da região onde moro, a Lombardia, várias vezes. O que nos falta é só o mar, mas temos planície, colinas, montanhas e os nossos famosos lagos. Três dos grandes lagos italianos tocam a região: o Lago de Garda (o maior do país), o Lago Maggiore e o Lago de Como, que a diferença dos outros dois, fica inteiramente na região da Lombardia.

MIlao Como bate e volta

Com a chegada da primavera e verão e seus dias quentes e longos, nada melhor do que um bate e volta a partir de Milão para o Lago de Como para curtir a ‘praia dos milaneses’. Nessa época do ano, nos finais de semana, o lago fica bem cheio de gente, já que a distância de Milão é bem pequena. Para quem tem mais tempo, o ideal é pernoitar  1 ou 2 noites nos arredores para ter tempo de explorar as lindas cidades ao redor do lago, como Tremezzo, Lenno, Bellaggio e Varenna.

O Lago de Como (e a cidade de Como) ficam a apenas 00 km de Milão e é bem fácil de chegar de carro pela rodovia A8 ou de trem, saindo da estação Cadorna em Milão e chegando na estação Como Nord Lago depois de 1 hora de viagem. Não tem jeito melhor de chegar a cidade: mais um pouco e o trem para na água. A estação de trem fica a poucos passos do “lungo lago” (margem do lago) e do centro da graciosa cidade.

Passeio Milao Como

Chegando cedo, o que não falta é o que fazer em Como em um dia: eu aconselho começar o passeio pelas margens do lago, se deleitando com a paisagem. Saindo da estação e seguindo o lago pela direita, se chega na estação da funivia de Brunate. Alí você pode pegar um funicular que te leva até Brunate, cidadezinha que fica a 716 metros de altura. Depois de uma breve subida com o funicular (cerca de 7 minutos) com alguns minutos de caminhada ou com um micro ônibus você chega ao Farol Voltiano, que oferece uma bela vista de 360º do lago e dos Alpes. Uma daquelas coisas que você não pode deixar de fazer quando visita um lugar.

Depois de descer e voltar a Como, o legal é seguir com um passeio de barco pelo lago. Aí as opções podem ser duas: nos finais de semana existem barcos que fazem passeios panorâmicos de 30 min, sem paradas, e que mostram as principais vilas a beira do lago, como as famosas Villa d’Este e Villa Erba.

Foi o que eu fiz na última vez que fui, com um grupo de clientes e o resultado estão nas fotos abaixo. Os passeios custam 5 euros por pessoa a valem a pena, porque ver o lago a partir do lago, é outra coisa.

Lago Como Milao passeios

A segunda opção é pegar os barcos que fazem o transporte público da cidade. As possibilidades são múltiplas, porque existem vários tipos de bilhetes e vários destinos finais.

Você pode optar por fazer Como-Cernobio (13 min) e almoçar na elegante cidadezinha. De volta a Como, na parte da tarde a visita continua pelo centro da cidade, que começa na praça Duomo com a sua catedral de mármore gótica-renascentista ao lado do Broletto (palácio destinado a vida civil da cidade) e da torre da cidade.

Como passeio desde Milao

Depois de apreciar uma parte da Como medieval, você pode continuar dalí pelo Corso Vittorio Emanuele, principal rua de comércio da cidade. Adentrando-se, é só se perder pelas ruelas da cidade e deixar de surpreender por praças como San Fedele e a sua basílica e continuar passeando em busca de um sorvete ou de lojas de deliciosos biscoitos. Seguindo reto, praticamente oposto a Praça Duomo, fica a Porta Torre, construção medieval que era uma das portas das muralhas de Como.

bate e volta Milao Como

Se o cansaço bater, é só parar em um dos bares com mesinhas na calçada e relaxar com um happy hour antes de voltar para Milão. Com certeza depois do passeio você vai entender porque o lago ficou famoso até entre vip’s como George Clooney, que em 2002 comprou a Villa Oleandra (foto abaixo) em Laglio. Foi uma ótima publicidade para a região, mas com todas as belezas concentradas alí tínhamos material de sobra para sermos famosos pelo mundo sem a ajuda dele.

Villa_Clooney_in_Laglio

Então fica a dica: passando com tempo por Milão, principalmente na primavera e verão, reserve um dia para conhecer o Lago de Como e suas belezas. Bom passeio.

Passeios acompanhados ao lago de Como desde Milão (em trem)

Hotéis em Como com Booking

Hotéis em Bellagio com Booking

Site Empresa de Navegação Lago de Como

Site da Funicolare Brunate

*Esse post contém link para afiliados (Booking). Para saber sobre nossa política de monetização, clique aqui.

35 respostas
  1. Christiane says:

    Ola Mage, tudo bem?
    Adorei o seu post.
    Estou indo pela primeira vez á Europa em Agosto e passarei por Milão e Como e gostaria de sua ajuda para definir o melhor lugar para me hospedar, uma vez que viajarei sozinha.
    Muito obrigada antecipadamente.

    Christiane

    Responder
  2. Fábio Amorim says:

    Li no guia da Lonely Planeta que a cidade de como é ótima para comprar gravatas a preços mais baixos. Procede? Indica alguma loja?

    Responder
  3. Priscilla says:

    Olá Mage,

    primeiramente parabéns pelo blog! Por causa dele incluí o Quadrilátero do Silêncio no meu roteiro. Escrevo para pedir uma opinião: fiquei com vontade de fazer a visita a Como desse post e conhecer o lago, no entanto, irei passar 20 dias na Itália e passarei dois dias na Cinque Terre, as regiões são diferentes? Vale a pena conhecer as duas? Ou a visita a Cinque Terre dispensa o Como? Obrigada desde já!

    Responder
    • Mage Santos says:

      Oi Priscila,
      Como se diz no Brasil: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.
      Paisagens completamente diferente.
      Cinque Terre é mar, casinhas suspensas nas falésias… O Lago de Como são as vilas, mais espremido entre montanhas.
      Para mim a Itália vale casa oportunidade das múltiplas paisagens. Além do mais o lago vc faz em 1 dia. Pq não?
      Aproveite

      Responder
  4. Alexandra says:

    Olá, boa tarde! Adorei as dicas! Já fui duas vezes a Milão mas conheço apenas os pontos centrais e dessa vez desejaria visitar os arredores (Alpes). O que você me indicaria? Daria para fazer um bate-volta em Lugano, St. Moritz, Bellagio, Como? Chegarei na cidade em 25/01/2016. Obrigada!!!

    Responder
  5. Evian Rose Santos says:

    Olá Magê!

    Gostaria de uma ajudinha para compor meu roteiro de férias.

    Em dezembro pretendo ficar 20 dias entre (Itália, França e Suiça).

    Em primeiro lugar gostaria de passar por Milão (quantos dias seria o ideal)?

    Também pretendo conhecer os Lagos: Como, Garda e Maggiore.

    Estando no Maggiore gostaria de visitar as cidades suiças que ficam as margens do Lago.

    E depois seguir para Toscana (Florença, Siena, San Gimignano, Luca).

    A dúvida é: devo ir primeiro pra Toscana ou Milão em 1º lugar?

    Quantos dias devo ficar em cada lugar e qual seria as melhores cidades para fazer base e visitar as cidades menores?

    Lembrando que pretendo conhecer as cidades Suiças perto do Lago.

    O período que irei será de 18/12/15 a 08/01/16. Consigo aproveitar bem esses lugares?

    Quanto ao frio já estou acostumada, viajo sempre nesse mesmo período pra Europa.

    Quero deixar os 10 dias para o restante da viagem para França (Normandia ou Alsácia), que não decidi ainda qual região.

    Com 10 dias na Itália seria o suficiente para conhecer a região que desejo?

    Agradeço desde já sua atenção!

    Abraços

    Evian

    Responder
    • Mage Santos says:

      Evian,
      Se seu voo chegar em Milao, melhor ficar por aqui e ja’ fazer tudo o que quer.
      Vc pode passar 2 dias em Milao e depois ir para os lagos… Maggiore e Como sao em direçao da Suiça, mas o Garda nao. Entao nao sei se 10 dias para fazer
      isso e mais a Toscana sejam suficientes.
      Como vc disse, o periodo e’ de frio, ok… mas se for um periodo chuvoso vc tb aproveita menos. Mas nao posso te dizer, pq nao frequento os lagos
      no periodo do inverno.
      Planeje bem!! e Boa estadia!!

      Responder
  6. Jefferson Azevedo says:

    Olá, iremos eu, minha esposa e minha filha (adulta) em setembro de férias para a Itália, e pretendemos passar duas ou três noites nas redondezas do lago Como. A dúvida é qual a melhor cidade para ficar, que permita-nos aproveitar melhor nosso tempo, evitando deslocamentos demorados entre as cidades costeiras do lago. Estou em dúvida entre a própria Como e Bellagio.

    Vale a pena pegar um dia e fazer um bate-e-volta para Lugano, na Suíça, de trem?

    Responder
    • Mage Santos says:

      Olá Jefferson,
      Eu ficaria em Como e dalí me deslocaria para as cidades costeiras, de barco. É super fácil e até bem rápido.
      Bellagio é muito pequeno e vale a pena para dar uma volta, almoçar…
      Se vcs ficarem 3 dias, pegue o trem e vá a Lugano sim… é um outro lago bem bonito.

      Responder
    • Mage Santos says:

      Depende Vitoria!
      Você pode ir cedo, passear um pouco por Como e Brunate e voltar logo depois do almoço.
      Mas tb pode ir até Bellagio, o que torna o passeio mais longo… e voltar no final da tarde

      Responder
  7. Luiz Antonio says:

    Olá, Mage. Primeiramente me alio àqueles que consideram seu blog quase um serviço de utilidade pública. Ao sair do país, sempre temos uma dose de insegurança e seu blog ameniza muito isso. Principalmente alguém como eu que pretende viajar com esposa e filhos e precisa de fazer um certo controle de gastos até pq Milão deverá ser minha primeira etapa da viagem. Minha pergunta é a seguinte: vc menciona que os trens partem da estação Cadorna rumo ao lago. Li em outros lugares que alguns também saem da Estação Milano Centrale. Qual a diferença entre ambos em termos de horários, preço e duração da viagem? E Considerando que só terei uma sábado de julho pra fazer isso, vc recomenda comprar antecipado ou ainda acha que é uma operação tranquila comprar na hora? Antecipadamente agradeço. Um grande abraço

    Responder
    • Mage Santos says:

      Olá Luiz,
      Obrigada por suas palavras.
      A diferença entre as estações (Centrale e Cadorna) é a estação de chegada lá no lago. Os trens que saem de Cadorna chegam na beiraaaa do lago, bem pertinho. Os trens que saem da Centrale, chegam em uma outra estação que acho mais distante.
      Eu só uso a Cadorna para ir ao lago. Qto aos bilhetes, vc compra na hora (cerca 5 euros cada). É um trem regional, tem um a cada 1 hora (se não menos), não precisa comprar antecipado.
      Boa estadia, aproveitem
      Mage

      Responder
  8. Luciane Chame says:

    Olá Mage!
    Ótimo seu blog! Estou há meses estudando seu blog para nossa viagem à Itália. :) Vamos chegar dia 2/3/2015 em Milão, depois seguiremos para outras cidades, descendo até Roma. Muitas emoções; até porque eu e meu marido sempre levamos nossas duas crianças a todas as nossas viagens!! imprevistos sempre acontecem! Mesmo sendo o fim do inverno fiquei com vontade de conhecer o Lago. Como anda o inverno este ano? Muita chuva? Acha que vale a pena ? A visita dura o dia todo ? E, no caso de dia frio e com duas criaças, de 9 e 2 anos, dá pra aproveitar? Obrigada!!! Parabéns pelos posts!

    Responder
    • Mage Santos says:

      Olá Luciane,
      Olha, se estiver chovendo, eu desaconselho, pq perde um pouco a beleza… Se vc quiser só dar uma chegadinha, vá te manhã, almoce lá e e volte…
      tem feito frio sim… dá para aproveitar, adaptando um pouco as atrações…
      Boa estadia, aproveite

      Responder
  9. Elba Araujo says:

    Olá, vou chegar em Milão dia 01/05/2015 e realmente os preços dos hotéis estão bem mais caros por causa de uma feira de alimentação que acontecerá por lá. Com certeza visitaremos Como. Os hotéis são mais baratos naquela região?
    Obrigada, Elba

    Responder
  10. graziela says:

    Olá! Adorei seus posts sobre a Itália. Vou pousar em Malpensa e desisti de ficar em Milão por que estará ocorrendo uma feira que elevou absurdamente os preços dos hotéis. Então pensei em dormir essa noite em Como para depois seguir viagem rumo à Toscana, Roma e Veneza.
    Minha dúvida é: como esse aeroporto é mais próximo de Como do que do centro de Milão, vale a pena pegar um trem? Existe algum outro transporte que valha a pena, como ônibus ou táxi partindo do aeroporto, ou ainda alugar um carro para depois continuar a viagem até a Toscana? Agradeço sua ajuda. Abç, Grazi

    Responder
    • Mage Santos says:

      Ola Graziela,
      O aeroporto n]ao é longe de Como, mas que eu saiba não é conectado a cidade com transporte publico.
      Se para vc não é problema já alugar um carro, pode ser uma boa ideia… Se não, um taxi até Como deve custar uns 90 euros.

      Responder
  11. Thais says:

    Olá, Magê! Estou aproveitando muito suas dicas! Estou viajando sozinha e vou passar 3 dias em Milão agora no início de dezembro. Vale visitar o Como mesmo no inverno? Em meio dia isso é possível? Obrigada!

    Responder
  12. Regine Marcolongo says:

    vOU ESTAR EM MILÃO DIA 5, 6 e 7 DE NOVEMBRO E EMBARCO PARA BARCELONA DIA 7 DE MANHÃ. FIQUEI COM MUITA VONTADE DE IR NO LAGO COMO. COMPREI INGRESSO PARA VER A ULTIMA CEIA ÁS 18HS DO DIA 6. VOCE ACHA QUE DÁ TEMPO DE FAZER UMA BATE VOLTA. É VIÃVEL?
    AGRADEÇO SUA RESPOSTA.
    OBRIGADO

    Responder
    • Mage Santos says:

      Regine,
      Se no dia 6 você sair cedo de Milão e chegar em Como por volta das 10.30, pode ficar lá até as 15.30 mais ou menos (até menos, a cidade não é grande) e voltar a Milão a tempo para ver a Santa Ceia, já que estação de chegada em Milão (Cadorna) fica a duas ruas paralelas de Corso Magenta (a rua da Santa Ceia)

      Responder
  13. Waleska says:

    olá! no inverno, (inicio de fevereiro) você aconselha esse passei? algum prolema em ir, ou fica muito frio e sem condições de aproveitar o lugar? e para Veneza no inverno há alguma restrição?

    Responder
    • Mage Santos says:

      Waleska,
      O problema do inverno é o frio na rua… nos lugares fechados você não vai sentir nada.
      Então tem que avaliar a possibilidade de entrar em um museu (no caso de Veneza) ou passar mais tempo em um bar ou restaurante, para dar uma esquentada.
      Roupas adequadas fazem a diferença: blusas termicas, gorros, sapatos com solas grossas…
      Dê uma lida no post sobre as roupas no inverno…
      Um abraço
      Mage

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *