Como transportar vinhos na mala para o Brasil

Para muitos turistas que visitam a Itália, além do seu grande patrimônio artístico-cultural e natural com certeza uma outra grande atração é a diversidade enogastronômica.

Comer e beber bem na Itália não é difícil e a tentação de levar iguarias e vinhos para o Brasil é sempre grande, já que a variedade aqui é muito maior e os preços sem os impostos absurdos do Brasil são bem convidativos.

A questão se resolve fácil quando se trata de um pedaço de Parmigiano, um salame, chocolates e até vidrinhos de molhos e complica bastante quando a tentação é forte para levar garrafas de vinhos italianos mais ou menos famosos.

Ainda que a limite de entrada de bebidas alcóolicas no Brasil por pessoa não seja baixo, a grande preocupação é como armazenar da melhor maneira as garrafas preservando a integridade das mesmas e das roupas e sapatos que viajam juntos dentro da mala.

Sim, porque o método usado por muitas pessoas sempre foi de embalar as garrafas em plástico bolha, mas também protege-las colocando roupas em volta. E não deve ter nada mais chato do que abrir uma mala e descobrir que perdeu o vinho e as roupas por uma garrafa quebrada durante o transporte.

Mas hoje existem soluções que permitem transportar vinhos na mala para o Brasil em completa segurança. Eu tinha visto recentemente uma mala dessas, com um cliente que fez um tour comigo e era apaixonado por vinhos.

Pouco mais de 1 mês depois, a empresa Lazzene fez contato comigo, oferecendo qa possibilidade de eu provar qualquer produto deles para o transporte de vinhos. Era o momento ideal, já que meus pais estavam aqui e tiveram a possibilidade de aumentar o número de garrafas de vinhos e azeites que sempre levam para o Brasil.

mala_vinhos

A mala VinGardeValise da Lazzene

Eu escolhi a VinGardeValise, uma mala rígida, feita de 100% policarbonato e que pode transportar até 12 garrafas de vinhos de vários tamanhos. Me pareceu a melhor solução para uma viagem longa como entre a Itália e o Brasil, considerando o ‘cuidado’ que as cias. aéreas têm com o manuseio das malas.

O interior da mala é feito de cavidades de espumas removíveis o que faz dela um produto muito versátil.

Se você optar pelo transporte de menos de 12 garrafas, é só remover as cavidades e usar o espaço para outras coisas. Também é possível usa-la como uma mala normal, retirando completamente todas as cavidades.

transporte_vinho

A mala também tem rodinhas giratórias e alças nos lados (altura e largura) e cheia com 12 garrafas normais não supera os 23kg de peso permitidos pelas cias. brasileiras.

A VinGardevalise é o produto de ponta da Lazzene. Não é uma mala barata: no momento ela está em oferta no site por 263,24 euros, mas se você considerar a utilidade, segurança no transporte e o fato que ela pode ser usada como uma mala normal, acho um ótimo custo-benefício.

Eles têm também outros produtos para o transporte de vinhos com modelos para 6 e 12 garrafas, que você pode conhecer consultando o site da empresa e entregam no hotel se você estiver viajando pela Europa e comprar pelo site.

Normas para o transporte de álcool nos aviões

Quem viaja com frequência, sabe que há anos não é permitido o transporte de qualquer tipo de líquidos nas cabines dos voos nacionais e internacionais, além das compradas nos Duty Free e devidamente lacradas nas sacolas.

Para as bagagens despachadas nos porões, o Brasil permite a entrada de 24 garrafas (de até 1 litro cada), com uma concessão máxima de 12 litros por tipo de álcool (vinho, cerveja, licores, etc) por pessoa por um valor máximo de 500 USD.

Considerando que as garrafas de vinho padrão têm 750ml, cada pessoa pode transportar 16 garrafas de vinho.

O site da Lazenne tem uma página em português, muito bem explicada, com todas as normas para o transporte de álcool em vários países do mundo. Se você estiver viajando para outro país que não seja o Brasil, se informe sobre os limites e confira sempre as normas da sua cia. aérea.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *