Crespi d’Adda: dica de passeio em um Patrimônio Unesco perto de Milão

A maioria dos turistas que passa por Milão, passa rápido, já na pressa de alcaçar outros destinos. Muitos depois de 1 ou 2 dias na cidade, partem para Verona, Veneza e até Florença em um bate e volta. Essas são todas elas cidades que merecem uma visita, mas muitas vezes, o desavisado turista subestima as belezas da Região da Lombardia, que oferece passeios agradáveis aos lagos e cidades menores, algumas Patrimônio da Humanidade Unesco.

É o caso do pequeno vilarejo de Crespi d’Adda, que fica no eixo da rodovia A4 que liga Milão à Veneza e onde você pode parar, caso esteja de carro, indo para Bergamo Alta, por exemplo.

Crespi d’Adda faz parte de uma outra cidade (Capriate San Gervasio) e foi concebida como vila operária pela família Crespi nas décadas finais de 1800, depois que um dos filhos do industrial do ramo têxtil voltou de uma viagem à Inglaterra da Revolução Industrial.

Casa Crespi d'Adda Italia

Casa dos operários

Crespi d'Adda Italia Patrimonio Unesco

É um vilarejo sem saída, se entra e se sai pela mesma rua e foi pensada para reunir em volta da fábrica de algodão da família Crespi, as casas dos operários, gerentes e diretores junto com todos os serviços necessários: igreja, escola, médico, armazéns, banheiros e lavanderias públicas e até o cemitério.

Lavanderia Crespi Italia

A lavanderia pública

Para morar em uma das casas da vila, pelos menos um dos integrantes da família tinha que trabalhar na fábrica  e a vida de todos girava em volta das necessidades e ritmos dessa.

Ao Norte do vilarejo, no alto, se situam as casas do padre e do médico (as pessoas mais cultas e com mais estudo da época). A arquitetura das casas (todas com jardim) saõ de inspiração inglesa e são alinhadas uma ao lado da outra em ruas paralelas. Indo em direção do cemitério (e do final do vilarejo) se encontram as casas maiores e mais elaboradas  dos gerentes e dos diretores. Ao lado das casas fica a grandíssima fábrica com suas grandes chaminés.

Casa de gerente da fábrica

Fabrica Crespi Italia

A antiga tecelagem

Crespi entrou una lista de Patrimonio da Humanidade da Unesco em 1995 e ainda hoje a maioria dos moradores são descendentes dos trabalhadores que viveram e trabalharam alí. A fábrica funzionou até 2004 sempre no ramo da tecelagem mas hoje está abandonada.

Para quem  estiver com crianças, Crespi tem um gracioso parque com bastante sombra, ideal para uma parada e por que não, um picnic.

Se você fica mais tempo por Milão e arredores, Crespi é uma  ótima dica de passeio diferente que fica só a 30km de Milão. Os domingos, de março a outubro, a associação Crespi Cultura promove visitas guiadas também em inglês. Para informações, confira o site.

Fotos: Fran Ferreira Pinto para Milão nas mãos

Crespi d’Adda (Capriate San Gervasio)
Rodovia A4 (Milão-Veneza) – saída Capriate
 
5 respostas
  1. Raldinà Batista says:

    Vou na primeira oportunidade que tivermos.
    E muito bonito e interessante e nàò moramos longe
    Obrigada pela “dica” e descoberta

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *