Dicas de restaurantes em Milão por bairros

Muito comum para quem está conhecendo uma cidade nova, caminhando e turistando desde cedo, se enfiar no primeiro lugar para almoçar ou jantar quando bate a fome.

Na maioria das vezes, isso acontece bem nas áreas mais turísticas, cheias de armadilhas gastronômicas, de bares que se passam por restaurantes e vendem comida de micro-ondas.

Pensando nisso, fiz um pequeníssimo guia de dicas de restaurantes em Milão por bairros, reunindo lugares que servem vparios tipos de comida nas principais áreas frequentadas pelos turistas. Só ficou de fora o Navigli, onde existem bons restaurantes, mas que eu frequento pouco, já que vou mais para o aperitivo. Mas se alguém quiser alguns nomes lá: Al Pont de Ferr, Officina 12, El Brelìn, Látro Luca e Andrea.

Todos os restaurantes que seguem abaixo, foram colocados aqui porque fui e provei e são só alguns dos que eu achei mais conveniente mencionar. Se você achar que algum lugar é recomendável, deixe nos comentários.

Para informações sobre horários, endereços e cardápios, clique nos sites dos restaurantes.

Bom apetite!

NO CENTRO

Signorvino

Para mim, o melhor custo benefício do centro. Dois restaurantes pertinho da Praça Duomo com ambiente legal e um cardápio que muda segundo as estações do ano e seus ingredientes frescos. Também é uma ótima opção para quem quer só beliscar alguma coisa no final da tarde, tomando uma taça de vinho.

Signorvino_Milao

Site Signorvino

Rinascente Food and Restaurant

A loja de departamentos ao lado do Duomo hospeda vários restaurantes no seu último andar. Eu geralmente subo até lá quando a minha vontade é de sanduíche do De Santis. Já estive mais de uma vez (escolha de amigos) também no Obikà Mozzarella Bar, mas sinceramente acho a pizza deles pesada e acho eles caros quando se trata de comer mozzarella de búfala e stracciatella. Mas para o turista que quer provar essas delícias italianas, esse é o lugar.

Site Food and Restaurant La Rinascente

Luini

Sempre ao lado do Duomo, o panzerotto mais famoso da cidade. Enfrente a fila (rápida) e depois procure um lugar para comer nas redondezas.

Site Luini

Mercato del Duomo

Bem ao lado do Duomo, o espaço destinado aos restaurantes no segundo andar, oferece opções para quem quer um sanduíche ou um pedaço de pizza rápido e também para quem prefere uma refeição completa.

Eles não servem à mesa, é meio estilo bandejão, já que você pega sua bandeja e passa escolhendo o que quer antes de passar pelos caixas e se sentar.

Eu frequento bastante o Ovo Bar, cantinho que prepara pratos a base de ovo de formas diferentes.

mercato_del_duomo_milao

O Mercato del Duomo também tem um restaurante mais caro, o Spazio, onde estive há alguns meses (foi ok), mas não sei se eu voltaria.

É lá também que fica a Terrazza Aperol, onde além de tomar o famoso Spritz com vista para o Duomo, é possível almoçar ou fazer um aperitivo no final da tarde. As opções de pratos e qualidade e preço são ok também.

Site Mercato del Duomo

Al Cantinone

Pertinho do Luini, entre a Galeria e o Duomo, esse restaurante apertado está sempre cheio de milaneses que trabalham nas redondezas. Pratos caseiros e um menu diferente todos os dias com preços ótimos para o centro. Você escolhe se quer primeiro ou segundo prato ou a opção de prato único (onde vem um pouco dos dois), paga, faz o pedido no balcão e só depois o proprietário acha uma mesa para você.

Pode parecer confuso, mas é comida de verdade por cerca de 10 euros (com água incluída). Atenção porque eels tem um restaurante tradiconal com menú fixo e preços mais altos no mesmo lugar.

Site Al Cantonone

Tà Milano

Quase atrás do Teatro ala Scala, bistrot moderno e cheio de locais. O menu também muda de tempos e tempos e os preços não são camaradas. Almocei sozinha uma fez, escolhendo uma sopa e água (garrafa grande) e gastei cerca de 17 euros.

Site Tà Milano

Panini Durini

A loja em Via Mengoni é pequena, mas esse ainda é para mim um dos melhores sanduíches de Milão (adoro o pão deles). O menù mudou a pouco tempo e eu fiquei sem meu paninho preferido, ainda assim sempre encontro uma nova combinação para provar.

Site Panini Durini

Il Granaio

Com dois restaurantes perto da Praça Duomo, essa nova rede oferece pratos quentes (massas e carnes), pizzas e sanduíches.

Ambiente e qualidades legais, mas pelo mesmo preço eu prefiro comer em outros lugares no centro. Isso não quer dizer que as vezes eu não pare lá para um sanduíche (quando não tem lugar no Panini Durini).

Site Il Granaio

Van Bol & Feste

Pertinho do Castelo Sforzesco, é um dos lugares que mais paro depois dos meus tours pelo centro, quando estou morrendo de fome e quero comer uma coisa rápida. Eles servem também as opções de pratos do dia (que nunca provei), mas eu vou sempre de pedaços de pizza (adoro a de batata) ou de schiacciata com mortadela.

Site Van Bol & Feste

Farinella

Ao lado do Van Bol, é um restaurante espaçoso que propõe pizza, massas e carnes com preços no padrão centro de Milão. Já parei lá com clientes. Não é o melhor restaurante da cidade, mas também não é o pior.

Site Farinella

ATENÇÃO: A minha grande dica no centro é fugir dos restaurantes turísticos de Via Dante (a rua que vai para o Castelo Sforzesco), Corso Vittorio Emanuele (rua que sai de trás do Duomo) e os restaurantes da própria Galleria Vittorio Emanuele.

BRERA

Osteria de Brera

Na centralíssima Via Fiori Chiari, é um restaurante tradicional onde comer risotto milanês (de açafrão) com ou sem ossobuco, prato tradicional daqui de Milão.

Site Osteria di Brera

Nabucco

Grudado na Osteria de Brera, tem um público que é uma mistura de turístico com locais. Já almocei lá algumas vezes, com clientes (que escolheram o lugar). É ok,  mas não é um lugar onde eu paro para comer sozinha quando estou por Brera.

Site Nabucco

Fiori Chiari Plates

Esse sim é um lugar onde paro mesmo sozinha e onde já levei alguns amigos em visita a cidade e até clientes. Decoração de bistrot, propõe um menu que muda segundo as ofertas de ingredientes da estação.

pastacarlofortina

Eles têm uma opção de menu executivo nos almoços de segunda a sexta muito conveniente. Os preços são bem honestos se tratando de Brera.

Site Fiori Chiari

Al Pozzo

Numa travessinha do bairro, em Via San Carpoforo, o restaurante mais barato da cidade. Faz anos que eles conseguem manter o preço de 10 euros para um menù de primeiro e segundo prato mais água e café.

São sempre três opções de cada tipo de prato por dia. Para viajantes com orçamento apertado.

Endereço Al Pozzo (eles não tem site)

Panini Durini

Em Via Mercato, outra loja do meu sanduíche preferido em Milão para quem prefere uma refeição rápida antes de continuar o passeio pela cidade.

Site Panini Durini

God Save the Food

Um pouco fora do burburinho das ruas de Brera, esse restaurante fica na Praça del Carmine e propõe desde café-da-manhã com sucos e croissants, até almoços e jantares com sopas, carnes e arroz preparados no wok e pratos vegetarianos e veganos. De sábado e domingo eles servem um brunch.

Site God Save the Food

ATENÇÃO: Brera é um bairro cada vez mais turístico e isso acaba se refletindo em alguns restaurantes destinados quase exclusivamente à eles, que muitas vezes se contentam do que é apresentado como gastronomia italiana.

Tive clientes que tiveram uma péssima experiência (conta para turista, roubando no vinho, segundo eles) no restaurante La Taverna del Borgo Antico. Lendo os comentários de alguns italianos no Tripadvisor, o lugar não parece dos melhores.

E atenção que o restaurante ao lado, Il Cestino, é do mesmo proprietário. Deixando claro que nunca fui em nenhum dos dois, até porque morando aqui, não é o tipo de restaurante que eu pararia para almoçar.

CORSO GARIBALDI

Parma & Co.

Como o nome já diz, o lugar é especializado em embutidos e pratos rápidos da cozinha emiliana. Lugar certo para quem quer provar em Milão os meus amados ‘gnocco fritto’ um tipo de pastel sem recheio que acompanha uma tábua de frios.

Site Parma & Co.

Temakinho

Restaurante de temaki com sotaque brasileiro, é a mais autêntica caipirinha de Milão. Confesso que não sendo uma amante da comida japonesa, eu vou lá só por isso. Mas é tudo de ótima qualidade, está sempre cheio de milaneses e os preços não são nada baratos.

Tamakinho_Milao

Site Temakinho

La Prosciutteria

Outro lugar dedicado ao italianíssimo mundo dos embutidos. Opções de pratos do dia para quem quer um almoço de verdade, ao lado de tábuas de frios e sanduíches para acompanhar uma taça de vinho para quem fazer uma parada rápida.

Preços mais que honestos para a localização.

Site La Prosciutteria

Osteria Brunello

Restaurante tradicional, serve uma das melhores cotoletta alla milanese (bife à milanesa) de Milão. Mais para um jantar do que para almoço. Preços padrão Milão.

Site Osteria Brunello

Eataly

Eu não morro de amores pelo custo benefício da Eataly quando se trata de comida (falo de massa, pizza, carne). Gosto por exemplo do cantinho deles, que nem sempre está aberto, onde vendem foccacias e lanchinhos rápidos acompanhados de uma taça de vinho. Mas é uma opção para almoço e jantar para quem está naquela área.

Já um outro nível de cozinha, premiado com 1 estrela Michelin, é o Restaurante Alice, sobre o qual contei nesse post.

Site Eataly Milano

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *