Halls de entradas em Milão

Um inteiro livro dedicado aos halls de entradas de prédios em Milão construídos entre 1920 e 1970. Que outra cidade italiana, senão Milão, poderia reunir em mais de 300 páginas, mais um tesouro escondido da sua magnífica arquitetura do século 20.

Assim como entre os séculos 16 e 19, a beleza dos pátios internos de seus palácios ficava escondida atrás de fachadas anônimas, no século 20 Milão é a cidade da nova arquitetura Liberty e depois Racionalista, que adorna seus prédios com halls de entrada de imensa beleza estética e os enriquece com o uso de materiais de prestígio como mármore e ferro escovado.

Mas mais uma vez, tudo isso fica atrás de um portão, longe dos olhos de locais e turistas que não tem acesso às propriedades na maior parte das vezes privadas.

O livro editado pela Taschen é o projeto do alemão Karl Kolbitz, que visitando a cidade desde a sua adolescência e entendendo a sua beleza tímida e pouco valorizada, se pergunta: ‘Como é possível que uma cidade que exportou seu design para o mundo possa ter escondido as maravilhosas entradas de alguns de seus prédios? ‘

Deixo a vocês as fotos de algumas delas (comprei o livro) e o vídeo (inglês) assim cada um pode tirar suas próprias conclusões.

Mas uma coisa é certa: não se fazem mais residências como antigamente. Nem mesmo em Milão.

arquitetura_milao

halls_milao

milao_arquitetura

Ingressi di Milano / Entryways of Milan

Taschen – Via Meravigli, 17

49,49 euros

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *