Muse e Mart: dicas de museus em Trento e Rovereto

A Itália é um país lindo, diversificado, mas o Norte do país ainda é pouco explorado pelos turistas, incluindo os brasileiros. Uma pena, já que também por aqui é possível encontrar paisagens encantadoras, centros históricos pitorescos e ofertas culturais e artísticas de primeira.

Durante as últimas férias de Natal tiramos alguns dias para esquiar nas montanhas da região de Trentino e aproveitamos a viagem de ida e volta para conhecer dois museus famosos da região: o Muse de Trento e o Mart de Rovereto.

MUSE

O Museu da Ciência de Trento existe desde 1992, mas há quase 3 anos, em 2013, se transferiu na nova sede projetada pelo arquiteto italiano Renzo Piano.

Concebido para ser um lugar de interação, os seis andares do museu são ligados pelo ‘Grande Vazio’, uma espécie de vácuo no meio do edifício, onde animais empalhados e até um enorme esqueleto de baleia ficam suspensos no ar pendurados por fios. O efeito é muito legal e já atira a atenção de crianças e adultos.

thumb_IMG_8316_1024

O percurso proposto vai desde os homens e animais primitivos, principalmente da zona, até aspectos geológicos e geográficos da cadeia montanhosa das Dolomitas e a vida no território.

Um dos pontos altos é também o espaço onde foi recriado o ambiente de uma floresta tropical e a máquina do tempo, um espaço onde é possível assistir vídeos que contam o cotidiano dos homens pré-históricos. Melhor do que muita aula de história na escola.

O museu não é atração só para a criançada, é muito interessante também para os adultos. Estivemos por lá na hora do almoço e acabamos decidindo ficar mesmo pelo bar-restaurante do museu, que não decepcionou com pratos quentes e frios e preço bem honesto.

Uma ótima opção para quem está passando pela região ou para uma pausa cultural entre uma esquiada e outra.

MART

Na volta para casa, resolvemos fazer uma pausa na cidade de Rovereto, que na realidade não fica muito distante de Trento, para conhecer o Mart – Museu de Arte Moderna e Contemporânea de Trento e Rovereto.

Projeto do arquiteto ítalo-suíço Mario Botta, o edifício não é tão interessante quanto ao Muse, mas confesso que não tendo a mínima ideia da coleção que iria encontrar, me surpreendi.

thumb_IMG_8397_1024

As coleções permanentes de arte moderna e contemporânea ficam expostas separadas em galerias diferentes e contam com nomes de grandes autores da arte italiana e internacional. Uma parte do museu também é reservada a uma mostra temporária.

Boccioni, Sironi, De Chirico, Arturo Martini, Balla, Carrà, Michelangelo Pistoletto, Arnaldo Pomodoro, Anselm Kiefer…pode não ser seu tipo de arte preferido, mas ninguém pode negar que o Mart tem uma coleção de todo o respeito.

MUSE

Corso del Lavoro e della Scienza, 3

De Terça à Sexta das 10h às 18h

Sábados e Domingos das 10h às 19h

Ingressos: inteiro 10 euros – reduzido 8 euros – família 20 euros

MART

Corso Angelo Bettini, 43

De Terça à Domingo das 10h às 18h (sexta até as 21h)

Ingressos: inteiro 11 euros – reduzido 7 euros – família 22 euros – crianças até 14 anos gratuito

4 respostas
  1. Joice says:

    Oi Magê
    Que pena, moro em Rovereto e tenho várias dicas daqui!
    Em Rovereto você foi na Casa D’arte Futurista Depero? Tem também a “Campana dei Caduti” com uma vista maravilhosa da cidade, o “Museo della Guerra” e algumas galerias com relíquias.
    Além do Lago di Garda que é aqui do lado – 10 minutos de Riva del Garda.
    Bjos

    PS: trailer do doc sobre Fortunato Depero, o pai do futurismo que é daqui: https://vimeo.com/146758714

    Responder
  2. Isabela says:

    Ciao,

    Museus de Ciência e história natural são bem interessantes e podem ser interativos e tecnológicos, mas o que me inspira mesmo é um bom museu de arte contemporânea como parece ser o de Rovereto. Bom saber. Grazie

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *