O aperitivo de Milão: muito mais que um happy hour

Já no século 5 a.C o médico Ipócrates o receitava aos seus pacientes contra a falta de apetite. Era tão amargo que tinha que ser bebido em um único gole. Nos séculos sucessivos foi modificado para tentar torná-lo menos amargo e mais agradável para o paladar, mas a sua função continuou sempre a mesma, a de estimular o apetite, tanto que a palavra deriva do latim aperire, ou seja abrir (o estômago).

happy hour milao aperol

Estamos falando do aperitivo que, como o conhecemos hoje, nasceu em Turim em 1789 quando o destilador Antonio Carpano inventa o Vermouth, um vinho branco aromatizado.

Com o passar dos anos o Vermouth foi exportato em toda Europa e no mundo e, produzido pela Martini & Rossi, se tornou com o apelido de “Martini” o aperitivo por excelência, base de muitos coktails como o Negroni ou o Manhattan. No final do século 19, com a moda dos cafés, o costume do aperitivo era já comum nas principais cidades italianas, tanto que em Milão para o aperitivo era famoso o Bar Campari, onde nasceu o maior concorrente do Martini.

Terrazza Aperol Milão 6

A partir dos anos 90, em Milão, o aperitivo sofreu uma transformação: a simples bebida alcoólica  ou não, que se bebia antes das refeições, começou a ser acompanhada de um rico buffet de petiscos, massas, pizzas e saladas. Os preços aumentaram com a difusão da moda, mas muitos ainda consideram um bom aperitivo uma digna substituição de um jantar a um preço muito mais abordável.

Hoje em Milão por aperitivo se indica não só o drink, mas também o ritual no qual durante os dias da semana, das 18 às 21hs se vai em um bar, se pede um drink ou uma taça de vinho com um preço médio que vai dos 8 aos 10 euros e se usufrui do buffet de comidas proposto pelo lugar.

Happy hour centro Milao

O aperitivo do Victoria

Mesmo que o aperitivo esteja se propagando pelo mundo, Milão continua sendo, pelo momento, a capital desse ritual que a cada dia envolve milhares de pessoas: estudantes, executivoss, namorados, turistas… o início da noite em Milão tem um denominador comum.

As áreas de maior concentração de bares que propõe o aperitivo são Colonne-Navigli (os canais), Brera, Sempione, Porta Romana e Garibaldi-Corso Como-Isola, mas em qualquer lugar da cidade é possível “fare un aperitivo”. Nos bares da moda, sem a reserva de uma mesa se corre o risco de não conseguir sentar.

Mas já que esse é o primeiro post sobre o assunto, vou me limitar a duas dicas de aperitivo no centro de Milão.

O primeiro é a Terrazza Aperol, que tem vista para o Duomo e fica na parte superior da entrada da Galeria Vittorio Emanuele. A entrada não é muito intuitiva e se passa por dentro do bar-restaurante Autogrill.

No interior do bar a decoração é moderna e toda cor -de-laranja,  como o drink inventado nos anos 20 e hoje propriedade da Campari. A varanda tem uma maravilhosa vista para a praça, a catedral e do outro lado o Museu 900, que com seu neon de Lucio Fontana dá à praça, ao anoitecer, um toque de modernidade.

terrazza aperol milao happy hour

A Terrazza Aperol

A Terrazza Aperol não propõe o clássico aperitivo com buffet, mas serve alguns petiscos em uma pequena bandeija junto com o drink, que dada a localização “exclusiva”, custa 12 euros. Nos dias quentes de primavera e verão é uma ótima pedida para quem já está no centro e não quer se afastar muito.

Também bem perto da praça, atrás da Galeria Vittorio Emanuele, fica um dos meus bares e aperitivos preferidos quando estou no centro: o Victoria.

bar victoria milao happy hour

Decorado em estilo liberty, é frequentado pelos locais de todas as idades. Propõe um buffet de saladas de macarrão, bruschetas, pizzas, verduras e salada russa com drinks que custam de 8 a 10 euros.

Quando você passar por Milão, não deixe de se aventurar em um aperitivo. Não existe jeito melhor de conhecer um dos costumes mais arraigados nos milaneses.

Terrazza Aperol
Aberto todos os dias das 17 às 24
Praça Duomo, esquina Galeria Vittorio Emanuele – 2° andar
 
Victoria
Happy hour de segunda à sábado a partir das 18.30
Via Clerici 1
 
Editado em Setembro 2014: O Victoria não existe mais. No lugar dele, reformado e preservando alguns elementos da decoração Liberty anterior, temos hoje o Ta’ Milano, que também oferece  o aperitivo com drinks entre 8 e 10 euros, mas sem buffet.
 
 
Fotos: Milão nas mãos
 
10 respostas
  1. Elsie says:

    olá, passarei pouco tempo em Milão, chego em uma segunda feira a tarde ( 15/06) e retorno no dia seguinte 16/06 as 13:00.
    pode me dar uma boa sugestão para a noite de segunda feira? gostaria de aproveitar o máximo que eu puder.

    Responder
    • Mage Santos says:

      Elsie,
      Sugestão de happy hour ou de balada.
      Para as baladas, tem um post no blog que vc pode dar uma olhada…
      Happy hour, vá para o Navigli… é verão e mesmo numa segunda-feira vai estar agitadinho…

      Responder
  2. Emerson says:

    Olá, só para atualizar, o Victoria está fechado em reformas e pelo visto ou trocará o nome ou realmente outro restaurante abrirá em seu lugar.

    Responder
    • Mage Santos says:

      Yria!
      O que não falta em Milão são bares para o aperitivo!! Escolha um pena atmosfera e buffet…Vá para a zona dos canais, que o burburinho é
      garantido (mais no sábado, mas domingo tb rola alguma coisa).
      Tim tim!!

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *