O Museu Alfa Romeo em Milão

A importante história industrial de Milão se formou entre as duas grandes guerras e teve seu boom de importância social e econômica nos anos 60, década de grande desenvolvimento na Itália.

Uma marca impossível de se desassociar de todo esse processo, é a Alfa Romeo, indústria automobilística milanesa que tem a sua história entrelaçada com as vicissitudes de Milão e da Itália e que agora reabre o lindo Museu Histórico Alfa Romeo nos arredores de Milão.

Tive a oportunidade de visita-lo há duas semanas atrás e posso dizer que é uma visita que vale a pena para apaixonados pelas quatro rodas ou não, porque tudo ali vai além dos carros e velocidade.

A ALFA ROMEO

A empresa, que no início se chamada só Alfa (Anonima Lombarda Fabbrica Automobili) foi fundada em 1910 e o primeiro estabelecimento de produção foi no bairro de Portello, às portas da cidade.

Mas só quatro anos depois da sua fundação e com o iniciar da Primeira Guerra Mundial, a Alfa começo a sentir as repercussões do conflito no mercado interno e converteu a sua produção para o mercado militar de motores para aviões.

Museu Alfa Romeo Milão

Em 1918 o empresário Nicola Romeo compra a fábrica que então passa a se chamar Alfa Romeo. Mas a década de 20 foram anos de insucesso comercial, compensado pela conquista do I Campeonato Mundial de Automobilismo em 1925.

Durante a Segunda Guerra Mundial e empresa teve que se converter de novo para a produção de material bélico, o estabelecimento de Portello foi parcialmente bombardeado e no final do conflito não existia mais um mercado automobilístico na Itália.

Mas a empresa retomou as atividades lentamente e as décadas sucessivas foram os anos de grandes modelos como a Alfa Romeo 1900, Giulia, Giulietta, Duetto e até da vitória no Primeiro Campeonato de F1 em 1950 com uma 158.

No início dos anos 60, um estabelecimento maior foi construído nos arredores de Milão, na cidade de Arese, onde hoje funciona o Museu Histórico Alfa Romeo.

Desde 1986 a Alfa Romeo faz parte do grupo Fiat, a produção se mudou para o sul da Itália e mesmo sem o nome MILANO, o logotipo da marca ainda é constituído pela bandeira da cidade e o antigo brasão da família Visconti (a serpente).

O MUSEU HISTÓRICO ALFA ROMEO

O Museu Histórico Alfa Romeu foi inaugurado em 1976 para expor os modelos automobilístico da marca que fazem parte da própria coleção da empresa, já que a Alfa Romeo é proprietária de 256 modelos e 150 motores históricos.

Mas o antigo museu, que era formado por 6 andares, tinha ligação com o prédio onde funcionava a empresa e com isso o acesso ao público era limitado.

Em 2011, com o final da atividade produtiva da Alfa Romeo em Arese, o museu foi fechado para reabrir em 2015 com um novo projeto expositivo, mas respeitando a construção que é protegida pelo Ministério dos Bens Culturais.

timeline

O visitante é recebido já no estacionamento por uma faixa suspensa vermelho Alfa que o acompanha dentro do museu, onde depois da bilheteria um pequeno espaço expõe a evolução do logotipo ao longo desses anos e alguns motores de aviões produzidos durante as guerras.

Uma escada rolante ainda vermelha, leva o visitante até os 3 andares que formam o belíssimo museu: A Linha do Tempo, Beleza e Velocidade.

Na primeira parte do museu, a Linha do Tempo apresenta uma síntese da evolução da marca expondo 19 dos modelos mais representativos colocados em ordem cronológica. Só em um museu como esse você pode conhecer um modelo dourado de 1925, a RL Super Sport, propriedade de um príncipe indiano e que a empresa (re)comprou no Paquistão décadas mais tarde.

Museu Alfa Romeo Milão

Mas com certeza o meu modelo favorito na linha do tempo foi uma Giulietta de 1955 de cor rosa-salmão: vintage e tão contemporânea ao mesmo tempo.

Depois passa-se ao andar dedicado a Beleza, espaço por sua vez dividido entre ‘Os maestros do estilo’ que expõe 9 modelos de design que marcaram época como o 33/2 Coupè de 1969 assinado pelo grande Pininfarina e ‘A Escola Italiana’ com os carros realizados entre os anos 30 e 40 pela funilaria Touring e que levam a marca Superleggera.

Museu Alfa Romeo em Milão

É também ali que é possível ver a ‘Alfa Romeo no cinema’ com um clipe de cenas de grandes filmes que usaram os modelos da marca como Dustin Hoffman na Primeira noite de um homem, que dirige uma belíssima Duetto vermelha.

A última parte do museu é reservada a Velocidade, que percorre a história da marca desde as primeiras competições automobilísticas com a exposição de vários modelos e a projeção de filmes com as vitórias da marca.

A visita ao museu não pode terminar sem antes uma experiência sensorial. Uma sala de cinema 4D propõe aos visitantes três filmes em realidade virtual a 360graus em poltronas especiais, onde é possível viver a emoção de estar dentro de três carros completamente diferentes produzidos ao longo desses anos.

O museu conta também com um café-restaurante onde o visitante que passa por ali na hora do almoço pode se acomodar e um pequeno book shopping na entrada.

Para os apaixonados por carro que passam por Milão, o Museu Alfa Romeo é uma ótima opção de passeio.

Museu Alfa Romeo

Viale Alfa Romeo – Arese

De Seg à Domingo das 10 às 18h (quinta até as 22h)

Fechado às terças-feiras

Ingresso: Inteiro 12 euros – Reduzido 8 euros (até 16 anos e acima de 65 anos com documento de identidade)

Grátis: crianças até 5 anos

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *