Onde comer no centro de Milão

Escolher um restaurante no centro de Milão para quem está turistando pela cidade, pode não ser uma tarefa fácil. Não que as possibilidades não sejam variadas, até são, mas aí é que mora o problema.

Tem um pouco de tudo, em termos de preços e qualidades. A minha dica é sempre evitar os restaurantes do Corso Vittorio Emanuele (que fica atrás do Duomo) e de Via Dante (que leva ao castelo), aqueles que colocam as fotos od pratos para fora e mandam seus garçons buscar clientes na calçada. Eu os chamo de armadilha para turistas: comida congelada e preço nada camarada.

Esse não é o primeiro post que faço sobre o assunto, e você pode encontrar outras dicas no post Dicas de restaurantes no centro de Milão , mas resolvi acrescentar as novas descobertas e as novas aberturas de restaurantes que gravitam na área em torno da Praça Duomo.

Al Cantinone

Restaurante que fica atrás do Luini, que vende o famoso panzerotto em Milão e que também pode ser uma opção para o almoço, se você estiver procurando um lanche gostoso e barato.

Ambiente simples, de osteria e um vai e vem de milaneses que trabalham nos arredores. A organização pode parecer confusa para os turistas desavisados e que não falam ou entendem italiano.

onde comer em Milão

Todos os dias, o cardápio está pregado nas portas: mais de uma opção de primos e segundos, que você pode pedir separado ou escolher prato único, onde eles servem um poco do primeiro e segundo prato que você escolher.

Você entra, paga a opção que escolher e depois vai ao balcão, onde um funcionário faz teu prato. Só com o prato na mão, o proprietário do local te conduz a mesa. Bebendo água, é possível almoçar gastando entre 8 e 10 euros por pessoa.

Endereço: Via Agnello, 19

Tà Milano

Onde ficava o meu querido bar Victoria, hoje temos Tà Milano, com a decoração renovada mas com ar de Old Milano, em ferro escovado e assentos de veludo lavado. Eu gostei do estilo.

Depois de passar duas vezes para um café rápido no final de uma manhã (brioche maravilhosa) e uma vez para um lanchinho (um pequeno sanduiche e uma tortinha de chocolate Duomo), voltei dias atrás para conferir o almoço.

Estava bem cheio e só consegui almoçar porque estava sozinha e me colocaram em uma mesa pequena. O frio do dia me fez pedir uma gostosa sopa de grãos com uma porção de ricotta enriquecida com casca de laranja, água e café (17,50 euros).

dicas de onde comer em Milão

O atendimento é ótimo, simpático e gentil, coisa que em Milão é meio que raridade. No cardápio do almoço todos os dias eles propõe 3 ou 4 opções de primeiros e segundos pratos. Bem, os preços não são baratos, mas em linha com a proposta do lugar e o público de advogados e funcionários dos bancos que rodeiam o restaurante.

É uma opção também para um aperitivo no final do dia.

Endereço: Via Clerici, 1

De canto

Dentro da linda Gallerie d’Italia, é o restaurante do museu.

Já passei para um café rápido com clientes, para um chá no final da tarde e para o almoço. Aqui também os preços são no padrão milanês, mas a comida é boa e o ambiente é tranquilo e bem bonito.

restaurantes Milão

Na última vez que estive por lá, não consegui terminar meu cous cous de verduras, que para mim era enorme.

Na centralíssima Praça Scala, é uma boa opção para quem não pode enfrentar os preços dos vizinhos Il Marchesino e Trussardi Café.

Endereço: Piazza Scala, 6

Sorbillo

Se você adora uma novidade, essa no momento é a mais nova abertura super falada da cidade. Inaugurado no início de outubro, é a filial de uma das pizzas napolitanas mais famosas.

Mas só vá se você não é daqueles brasileiros que acha que a melhor pizza se come no Brasil. Aqui não estamos nem falando da pizza que encontramos pela Itália, estamos falando de pizza napolitana.

E o que isso quer dizer: borda altíssima e a base um pouco mais úmida.

A pizzaria é já um fenômeno aqui, porque faz só 400 pizzas com fermento natural (lievito madre): 200 no almoço e 200 no jantar. Dito isso, vocês podem imaginar as filas do lado de fora, já que não é possível reservar.

Eu dei uma passada em um dia de semana, hora do almoço (sim, aqui comemos pizza no almoço). Fazia 15 minutos que estava aberto, eu estava sozinha e não foi um problema achar uma mesa. Meia hora depois, estava lotado e aí você percebe que a acústica do lugar não é o máximo.

O ambiente é completamente normal/anônimo. O cardápio fica na própria toalha americana e as opções de pizzas são 11. Os preços são de rede famosa, mas uma das justificativas é a qualidade da matéria prima. Eu pedi uma Filetto Fresco di Pomodoro com tomatinhos cortados bem fininhos e sem molho. O sabor dos tomates era verdadeiro…tomate que tinha gosto de tomate. Metade do preço da pizza da estava pago.

Outra coisa que tenho que dizer, era que a massa era bem leve e eu acabei conseguindo comer uma pizza inteira. Com isso, nada de lugar para a sobremesa (quase o preço da pizza).

Mesmo assim, por uma pizza, uma garrafa de água e o tal do coperto (mas não trouxeram pão), a conta foi de cerca 11 euros. Uma fortuna!!

A pizzaria estava lotada de milaneses e quatro japoneses, já atualizados sobre as novas aberturas da cidade (eles são fantásticos). Quando sai, as 13h30, a fila lá fora, no frio, era grande.

Endereço: Largo Corsia dei Servi, 11

10 respostas
  1. Emanuelle says:

    Oi! Dica maravilhosa a do Al Cantinone, comemos risotos maravilhosos! Obrigada! O interessante foi que entramos direto para o restaurante tradicional, que serve a la carte, porque eu realmente esqueci que tinha lido sobre o esquema do restaurante do balcão. Bem, foi aquela ‘errada’ que deu muito certo e só deixou a vontade de voltar para provar a opção do restaurante do balcão.

    Responder
  2. Cleina says:

    Bom dia , Mage
    Estou indo dia 12/04 para Milao e no final da estadia , sexta e sabado gostaria de ir para Veneza e st moritz ( Bernina) . Posso comprar ai mesmo? Ou é melhor ja comprar pacotes aqui ? Obrigada

    Responder
  3. Karina says:

    Oi Magê
    Voltando de Milão e passando para agradecer suas dicas! Queria compartilhar dois ótimos restaurantes por lá : Limone e Osteria Fara. Estavam perto do meu hotel, mas valem uma caminhada

    Responder
  4. Marcelle says:

    Obrigada pelas dicas. Estarei em Milão em abril. Estou bastante ansiosa. Seu site tem me ajudado demais.
    Muito obrigada mesmo!!!

    Responder
    • Mage Santos says:

      Olá Karina,
      Eu não tenho um preferido, porque aqui a gente acaba fazendo o aperitivo perto de onde estamos naquele momento.
      Ninguém cruza a cidade para fazer um aperitivo, se não for por uma boa razão.
      Eu gosto do ambiente do Ta´ Milano e tenho certeza que o aperitivo tb deve ser ótimo (ainda não fui conferir), tem o Rebelot nos canais, que não é aperitivo com buffet mas que é bem interessante.
      O Signorvino, o Aperol na Praça Duomo se vc quiser uma super vista… O Spritz sempre nos canais… o aperitivo do hotel milano scala, que no verão é no teto do prédio…
      As opções boas são múltiplas…

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *