Onde fazer compras em Milão

Milão é conhecida como uma das cidades da moda e fazer umas comprinhas na cidade pode ser irresistível para certos turistas.

Além das grandes grifes italianas e estrangeiras, claro que a cidade oferece todos os tipos de lojas e produtos para todo o tipo de orçamento.

A cidade tem várias ruas e áreas com uma boa concentração de lojas e tento dar um resumo nesse post.

Lembrando que tudo se torna mais interessante durante as liquidações: as de verão começam no primeiro sábado de julho e as de inverno logo depois do Ano Novo.

Boas compras!

CORSO BUENOS AIRES

A rua mais longa do comércio milanês, a ‘avenida’ inicia em Porta Venezia e vai até Piazzale Loreto cobrindo 1,6km.

Considerada um shopping center a céu aberto, ela tem cerca de 350 lojas de todo o tipo de produtos, onde lojas tradicionais da cidade se misturam com as grandes marcas como Benetton, Zara, Adidas, Furla, H&M, entre outras.

Com certeza não é a rua mais bonita da cidade e devo confessar que eu não sou muito fã, mas acho que é o melhor lugar para compras se você quer procurar o máximo de coisas no mesmo lugar, principalmente para quem está hospedado por ali.

Aliás, sendo costeada pela linha vermelha do metrô, que chega até o Duomo, a zona de Corso Buenos Aires também tem bons hotéis e um bom busto benefício para você se hospedar na cidade, como já comentei nesse post.

CENTRO – CORSO VITTORIO EMANUELE E VIA DANTE

Dois eixos em pleno centro histórico dedicado às compras.

Corso Vittorio Emanuele (não confundir com a galeria do mesmo nome) é um calçadão fechado ao tráfego, liga Praça San Babila à Praça Duomo e sob os seus pórticos é possível também encontrar vários tipos de loja, principalmente de roupas.

Max&Co, Max Mara, Mango, Sisley, H&M, Zara, Banana Republi, Michael Kors, &Other Stories, Disney Store, Kiko, Sephora são só algumas das lojas presentes.

FullSizeRender

Atravessando a Praça Duomo e indo em direção do Castelo Sforzesco, fica a Via Dante, que também é um calçadão e propõe uma oferta de restaurantes e algumas lojas como a MAC, a marca italiana de roupas OVS, a espanhola Desigual e outras grifes.

VIA TORINO

Outra rua que começa praticamente na Praça Duomo, que não é nada bonita, mas oferece lojas de várias marcas como Zara, Vitoria Secrets, Geox, Foot Locker, etc. A continuação dela é Corso di Porta Ticinese, onde as lojas mudam completamente de estilo.

CORSO DI PORTA TICINESE

É o lugar para quem procura lojinhas mais alternativas e jovens com uma mistura de brechós, lojas de streetwear e que personalizam tênis, por exemplo.

CORSO VERCELLI

Outra avenida que reúne várias lojas e marcas, é pouco frequentada pelos turistas. Fica do lado oposto ao Corso Buenos Aires, é mais estreita (como rua) mas oferece as mesmas marcas mais comerciais e acessíveis com algumas alternativas um pouco mais sofisticadas como Falconieri, La Perla, COS, Trussardi, etc.

CENTRO – LA RINASCENTE, GALERIA VITTORIO EMANUELE E QUADRILÁTERO DA MODA

A loja de departamento milanesa por excelência, a La Rinascente foi fundada em Milão (com outro nome) em 1865 e desde então se consolidou como um dos centros de compra da cidade.

Nos seus 7 andares, é possível encontrar produtos de design para casa, roupa de cama, mesa e banho, iguarias gastronômicas, além de maquiagem, perfumes e das grifes mais prestigiosas de roupas, bolsas e acessórios.

IMG_3442

Não fica para trás um dos lugares mais bonitos e agradáveis do centro, a Galeria Vittorio Emanuele.

Conhecida pelos milaneses como ‘il salotto di Milano’ (a sala de estar da cidade),  bares e restaurantes dividem o espaço com grandes grifes como Prada, Tod’s, Versace, Louis Vuitton, Armani, Gucci, mas onde é também possível encontrar marcas mais acessíveis como Massimo Dutti, Stefanel ou a tradicionalíssima loja italiana de chapéus Borsalino.

Mas as compras de luxo em Milão têm um lugar conhecido no mundo todo, o Quadrilátero da Moda: as quatro ruas (Via Manzoni, Montenapoleone, della Spiga e Corso Venezia) e suas travessas têm a maior concentração de grifes do mundo.

É lá que você vai encontrar lojas como Chanel, Dior, Cartier, Açberta Ferreti, Giorgio Armani, Ermenegildo Zegna, Bottega Veneta, Burberry, só para citar algumas.

O quadrilátero concentra também alguns dos ótimos hotéis 5 estrelas da cidade.

CORSO COMO

A pequena rua que liga Porta Garibaldi ao novo bairro de Porta Nuova é o endereço de uma das lojas mais bonitas e chics da cidade: 10 Corso Como, uma concept store multimarca que vende grifes exclusivas como Alaia, Kenzo, Balenciaga, Dior, entre outras.

IMG_2358

O espaço conta também com uma livraria de arte, fotografia e arquitetura e um restaurante.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *