Os pátios e jardins secretos de Milão

O evento milanês “Cortili Aperti”, que quer dizer pátios abertos, acontece todos os anos na primavera e é um dos meus eventos favoritos na cidade.

Ele é organizado por uma associação que administra as casas histórica do país e uma vez por ano, aqui em Milão, abre as casas e palácios à visitação, permitindo a entrada aos pátios e jardins posteriores que muitas vezes não são acessíveis aos milaneses, por se tratarem de residências privadas.

O que tem de tão especial em um evento como esse?

Digamos que atrás da austera arquitetura dos palácios milaneses, se escondem cenários de belezas às vezes impensáveis para uma cidade como essa. Até o início do século 20, com o advento do estilo arquitetônico liberty, o costume de ostentar a riqueza nas fachadas das casas, não existia. Os ricos e nobres eram poucos e todos sabiam quem eram. Com isso, toda a concentração de embelezamento das residências eram situadas na parte interna, em forma de pátios ou na parte posterior, em forma de jardins.

Com isso, Milão é repleta de palácios nas áreas do Quadrilátero da Moda, Via Senato, Corso di Porta Venezia, Corso Magenta com fachadas anônimas e recheados de belezas. Tem quem diga que os pátios serviam para estacionar as carruagens dos nobres e burgueses, por isso também quase sempre os portões são bem largos.

casa atellani milao

Fachada da Casa degli Atellani

Em abril desse ano, eu tive uma belíssima surpresa durante o Fuori Salone, quando passando pelo Corso Magenta, uma casa de origem renascentista a Casa degli Attelani, hoje de propriedade privada, estava aberta com uma exposição. Entrei para ver o pátio interno, que não é particularmente bonito, mas de relevância histórica. A exposição era dentro de uma das salas e eu entrei e atravessei um pequeno hall. Meus olhos não acreditaram quando eu ví o imenso e maravilhoso jardim atrás. Eu não sabia da existência dele, nunca tinha ouvido falar.

jardim atellani milao

O jardim posterior da Casa degli Atellani

Como o tal palácio fica na frente da Santa Ceia, diz a lenda que Leonardo Da Vinci tivesse recebido como pagamento um pedaço de terreno com vinhedos alí por aqueles lados.

Ano passado, o evento Cortili Aperti foi concentrado na área do Quadrilátero da Moda, abrindo pátios em Via Manzoni, Montenapoleone, Via Santo Spirito, Via Borgospesso.

O austéro Palácio Borromeo d'Adda

O austero Palácio Borromeo d’Adda

patios milao

Pátio do Palácio Borromeo d’Adda

jardim Milão

Jardim do Palácio Borromeo d’Adda

Esse ano será tudo concentrado na mais famosa avenida do século 18, Corso Venezia, onde a nobreza da corte austríaca, que então governava Milão, construiu suas residências.

Os pátios dos palácios de Milão, são para mim, umas das pérolas dessa cidade junto com os claustros das igrejas milanesas, mas isso é assunto para um outro post.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *