Os outlets em Milão e arredores

Eu devia esse post para meus leitores, muitos dos quais me mandam email perguntando sobre o assunto, mas eu vou ser bem honesta com vocês, como acho que tem que ser: não tenho a mínima paciência para outlets. Um dia inteiro em um lugar cheio de lojas, no final me deixa tontinha.

Dito isso, não quer dizer que a visita a um deles não valha a pena. Eu, sinceramente, prefiro esperar as liquidações  que muitas vezes oferecem descontos realmente convenientes. Mas o turista que vem para Milão nem sempre está aqui em época de liquidações e acaba optando pelos outlets.

Vale lembrar que outlets aqui na Itália não tem os preços maravilhosos como nos USA (até por conta do câmbio do euro-real que é bem diferente), mas para quem está procurando grandes marcas com preços um pouco mais baixo, essa é a opção.

Então fica aqui uma lista com as dicas dos outlets em Milão e arredores, onde você pode ser esbaldar na sua próxima viagem.

Espero também os comentários de quem conhece/prefere algum  desses e quer compartilhar as dicas com os outros leitores.

Em Milão

Il Salvagente (site)

Inaugurado em 1978, eu diria que é “o” outlet urbano. Ambiente claro e organizado, trabalha com marcas como Stella McCartney, Burberry, Marc Jacobs, mas é mesmo especializado nas grande marcas italianas como Armani, Fendi, Etro, Etro, Dolce & Gabbana, entre outras. E propõe roupas femininas, masculinas, bolsas, sapatos e acessórios.

Milao outlets

Os descontos ficam por volta de 20-30%, mas em época de liquidação aumentam e podem chegar até 60%.

D Magazine (site)

Com três endereços na cidade, talvez seja um dos mais centrais, já que dois deles estão bem no quadrilátero da moda: Via Manzoni e Via Bigli. Propõe grandes grifes com preços bem em conta em relação ao preço original. As etiquetas trazer o nome da marca, o ano da coleção da peça, o preço original e de outlet.

D Magazine Outlet Milão

Eu sempre dou uma entrada no da Via Manzoni, mas não sou muito fã, porque é meio desarrumado e escuro. As roupas são divididas nas araras e prateleiras por marcas.

Vestistock (endereço e horários)

Histórico outlet na cidade, foi inaugurado em 1981 e passou por uma reforma há pouco tempo. Fica em um amplo subsolo na zona de Porta Venezia, onde predomina a moda clássico chic feminina e masculinas com marcas como Moschino, I Blues, Max Mara, Les Copains, Romeo Gigli, Henry Cottons.

Matia’s

O endereço dos locais, fica em  uma rua do bairro de Brera (Piazza Mirabello, 4), mas longe do burburinho turístico e acabaram de abrir uma loja também no Corso Magenta. Muito bem abastecido e organizado, trabalha só com grifes como Armani, Missoni, Bluemarine, Jil Sander  e oferece moda feminina, masculina, sapatos e acessórios.

Os descontos são até que consistentes e podem chegar até 50%, mas o vestidinho de verão Jil Sander que vi na última vez que estive lá, custava sempre 350 euros em vez de 700.

Eles tem também uma loja dedicada a moda infantil de 0 a 16 anos, que fica em Via Balzan, 3, sempre em Brera. Eles não tem site.

10 Corso Como Outlet (site em inglês – mapa)

O must dos outlets, já que a concept store mais famosa da Itália é um ponto de referência para turistas e locais (leia post aqui), mas nem todo mundo sabe que existe. Oferece peças mais “baratas” de grandes designers da moda internacional como: Givenchy, Comme des Garçons, Stella Mc Cartney, Alexander Mc Queen, Alaia, só para citar alguns.

outlets Milão

Vale uma passadinha, assim como na loja original, nem que seja só para se inspirar.

Nos arredores

Serravalle Designer Outlet (site em português)

Preferido de muitos, o Serravalle Design Outlet fica já na região do Piemonte, mas fica a 1 hora e meia de viagem de Milão.

Um dos primeiros outlets a serem inaugurados na Itália, é também um dos maiores da Europa com mais de 300 marcas presentes, como Armani, La Perla, Prada, Bluemarine, Moncler, Ferrè, Diesel e também marcas de sapatos, acessórios e maquiagens.

Serravalle outlet Milão

A estrutura oferece além de praças de alimentação , um serviço de personal shopper e um baby parking para crianças a partir de 3 anos que é grátis nas primeiras 1 hora e meia.

Fidenza Village (site em português)

Mais novo que o Serravalle, vem se firmando com um grande endereço para as compras grifadas, inclusive para os brasileiros, já que eles tem uma página do site em português.

Fica já na província de Parma, mas a poucas horas de carro/ônibus de Milão.

Além de mais de 100 lojas de boas marcas (mas sem grandes nomes de luxo), eles oferecem serviço de shuttle a partir de Milão, área de alimentação, wifi, área para crianças e serviço de personal shopping.

Franciacorta Village (site)

Na região dos espumantes Franciacorta, fica o Franciacorta Village, que é um pouco menos “grifado” que os outros citados acima, com marcas bem menos badaladas. Mesmo assim, tem lojas como Benetton, Calvin Klein, Adidas, Nike, Lewis, Timberland.

Pode ser uma opção de parada para quem está de carro indo na direção dos Lagos de Garda, Lago d’Iseo ou de Verona e Veneza.

Na Suiça

FoxTown (site)

Grande shopping center, em um edifício coberto, é o grande concorrente do Serravalle e tem gente que o prefere, já que aqui além de marcas mais acessíveis como Lewis, Timberland, Calvin Klein, entre outras, o que impera é o luxo das grandes grifes.

Não falta quase ninguém, já que a opção vai de Burberry, Tod’s, Yves Saint Laurent, Gucci, Armani, Missoni, Prada, só para citar as mais famosas.

Foxtown outlet Milao Suiça

As peças são de coleções passadas, os descontos em época normal são por volta de 20-30%. Última vez que fui, vi tubinhos pretos Gucci por 300 euros e vestidos Burberry por cerca de 200 euros. Para quem está atrás de grife, são ótimos preços.

Por falar em preços, eles são em francos suiços, então você tem que fazer a conversão para real ou euro. Para quem é residente na Itália, existe o limite de 300 euros em compras (se você for controlado na fronteira e não tiver declarado, leva uma multa). Brasileiros não tem esse problema e devem respeitar só o limite de compras para entrar no Brasil.

Os pontos negativos: as opções de restaurantes, que são realmente lamentáveis para aos níveis das lojas. Incrível como a poucos quilômetros da Itália e a proposta culinária é já de chorar.

Para concluir, mais algumas dicas:

  • Serravalle, Fidenza e Foxtown tem serviços de ônibus que partem de manhã de Milão (geralmente de Piazza Castello –  Estação Cairoli- Linha Vermelha do Metrô) e voltam no final da tarde. Consulte os sites dos outlets para preços e horários.
  • Brasileiros não residentes em países UE tem direito ao reemboldo do IVA, o chamado tax free (leia post aqui). Leve      com você seu passaporte e peça o formulário para preencher nas lojas que aderem ao programa. Na Itália o reembolso é de cerca 11%, na Suiça por volta de 7%.
  • Todos os outlets aumentam os descontos em época das liquidações, que no verão começam no primeiro sábado de julho e no inverno no primeiro sábado depois do Ano Novo.
7 respostas
  1. Marina Coelho says:

    AMEI!!! parabéns pelo Post, ajuda muitoooo quem quer fazer compras na região de Milão. Como vou para Lado di Como vou tentar passar no FoxTown. Obrigada!!

    Responder
  2. Marcella Manfrin says:

    Bom dia! Estou amando as dicas e minha mãe está de malas para a Itália e seu blog está sendo uma mão na roda! Vocês sabe quais outlets do norte tem a Chicco? Vale a pena comprar os produtos aí visto que é uma marca italiana? Obrigada!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *