Scala: o teatro dos teatros

Teatro lírico mais famoso do mundo, La Scala é o teatro dos teatros, principalmente quando se fala de ópera.

Por alí passaram compositores como Verdi, Toscanini e Puccini, tenores e sopranos como Maria Callas, Luciano Pavarotti, Plácido Domingo, Teresa Berganza, Joan Sutherland, Montserrat Caballé e José Carreras e bailarinos como Margot Fonteyn e Rudolf Nureyev.

Teatro alla Scala na homônima praça

Teatro alla Scala na homônima praça

Situado na homônima praça (na época a praça não existia e o teatro era situado em uma rua estreita), foi inaugurado em agosto de 1778 depois que a imperatriz austriaca (que tinha Milão sob domínio na época) ordenou a sua construção para substituir o teatro anterior, destruído em um incêndio. O teatro deve seu nome à igreja que antes se erguia no local Santa Maria alla Scala.

Obra neaoclassica, o exterior não é de deixar de boca aberta e, hoje, a pequena marquise colocada na frente do teatro não serve mais para a parada das carroças do século 18 e 19. Mas você tem que entrar para ficar de queixo caído. O luxo reina e mesmo depois das reformas feitas entre 2002 e 2004 entrar é como voltar no tempo. A planta do teatro é em U e é composta de platéia, 4 níveis de camarotes e 2 níveis de galerias. Tudo é completado pelo palco gigante, acústica perfeita, muito dourado, vermelho e o majestoso lustre em vidro de murano. Depois ainda tem o foyer, que eu adoro e onde durante os intervalos é possivel tomar um café ou porque não uma taça de espumante.

O interior do teatro, a platéia, camarotes e galerias

Um foyer do teatro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todo esse esplendor foi quase que completamente destruído ( teto e palco) pelos bombardeios de agosto 1943 da Segunda Guerra Mundial. Três anos depois o teatro já estava completamente reconstruído como antes (graças às fotos tiradas anteriormente) e em plena atividade.

O interior do teatro depois dos bombardeios da Segunga Guerra Mundial

O interior do teatro depois dos bombardeios da Segunga Guerra Mundial

Ainda hoje o teatro é uma referência para os milaneses e conseguir bilhetes para as temporadas não é tarefa fácil. A dica é tentar com muita antecedência no site do teatro (os ingressos para os espetáculos de dança são menos concorridos), mas aviso por experiência que para algumas datas e espetáculos é questão de minutos ver os lugares irem diminuindo na tela do computador. A programação cobre o ano todo e vai das óperas ao ballet’s e as apresentações da Filarmônica della Scala.

Uma sala do Museu Teatral da Scala

Uma dica para conhecer a sala é através das visitas  ao Museu Teatrale alla Scala (site em inglês), que percorre as coleções de instrumentos, figurinos e móveis de época. É possível (quando não tem ensaios) dar uma espiadinha na sala do teatro. Não é como vê-lo de dentro, mas já vale a pena. A temporada desse ano abre sexta-feira que vem, 7 de dezembro. Mas isso já é assunto para um outro post…

Teatro Scala
Praça Scala (Via Filodrammatici, 2)
Bilheterias:
Bilheteria Central – Duomo
Galleria del Sagrato – Praça Duomo
Bilheteria (noite) – Teatro alla Scala
Via Filodrammatici 2, 20121 Milano
biglietteria@teatroallascala.org
 
Museu Teatral do Scala
Largo Ghiringhelli 1
Piazza Scala
Bilhete Inteiro: € 6
O museu é aberto todos os dias, com excessão dos dias: 7 Dezembro, 24 Dezembro (a tarde), 25 e 26 e 31 Dezembro,  1 Janeiro, Páscoa, 1 Maio, 15 Agosto.
Das 9 às 12.30 (última entrada às 12) e das 13.30 às 17.30 (última entrada às 17)
A sala poderá ser vista através de um dos camarotes exceto em caso de ensaios ou apresentações
  
 
15 respostas
  1. Syllan says:

    Magé, adorei seu post e acabei de comprar meus ingressos para outubro! Vou assistir a Opera Falstaff.
    Estou apreensiva com relação a roupa já que o espetáculo começa as 20 h e não a tarde como a dica do comentário acima. Será que um vestido preto (não longo) é realmente suficiente? Não quero ir muito arrumada mas também não quero passar vergonha, entende?!
    Obrigada!!!

    Responder
    • Mage Santos says:

      Syllan,
      Eu acho que um vestido preto está ótimo.
      Eu sempre fui a tarde, arrumada, mas de calça as 2 vezes…
      Olha, infelizmente vc vai ver de tudo… Pq os turistas que passeiam o dia todo pela cidade, depois vão diretamente para os espetáculos
      vestindo coisas impensáveis…. Vc vai ver camiseta, calça jeans.
      Mas vá de uma maneira que vc se sinta confortável.
      Bom espetáculo!!

      Responder
  2. Luciana M M M Ferrari says:

    Olá..irei a Milão peça primeira vez este ano, no mês de setembro. Estou amando seu blog, desde que conheci só estudo Milão através dele…. Gostaria de saber se é possível uma visita pelo interior do teatro sem ir assistir a algum espetáculo….

    Responder
    • Mage Santos says:

      Ola Luciana,
      Sim, como está escrito no post, visitando o museu vc pode ver a Sala do teatro…mas não é uma visita guiada.
      É só a visão da sala. Não existem para os turistas uma visita aos bastidores.

      Responder
  3. Elizabeth Olioso says:

    Em primeiro lugar, parabéns pelo site. Realmente muito lindo e
    objetivo.
    Uma pergunta: chegaremos a Milão de trem as 14:25 e temos visitação a Santa Ceia as 16:30. Nosso Hotel fica perto da estação de Missori. Pergunto daria tempo de ir até o hotel e chegar a tempo na Piazza de Santa Maria dele Grazie.
    Aguardo sua sugestão. Grata.

    Responder
    • Mage Santos says:

      Elizabeth,
      Se a tua visita é as 16h30 na Santa Ceia, vc tem que estar lá para pegar os bilhetes às 16h.
      Isso te dá 1 hora e meia, se o trem chegar no horário.
      Da Estação Central a Missori, vc vai de metrô, com a linha amarela.
      Do hotel a Santa Ceia, melhor pegar um táxi…
      Mas td depende de quanto demorar tudo (chegada, metrô, check-in no hotel). Saiba que lá na Santa Ceia não tem lugar para deixar as malas.

      Responder
  4. Raquel says:

    Oi, Magê! Oi, Fábio!
    Também estarei em Milão em abril deste ano e me programei para uma sessão no Alla Scala. Assim como o Fábio, me cadastrei no site antes para facilitar no momento da compra.
    No meu caso, optei por um balé já que fui bailarina durante a minha infância e adolescência e assistir ao Lago dos Cisnes em Milão será a realização de um sonho. Gostaria de assistir à ópera La Traviatta, mas a temporada já terá se encerrado e uma peça de 5 horas e meia (Les Troyens) seria demais para o meu marido!
    A minha dica para a compra é, além de se cadastrar antes, dar uma olhada no mapa de assentos e preços de cada categoria. Você pode encontrá-lo nos links “book -> seating plan”. Lá você pode ampliar o mapa de assentos e o mapa dos boxes já com as cores dos assentos que representam seus preços (que variam conforme o tipo de apresentação). Em apresentações musicais, por exemplo, há pouca variação dos preços já que a vista dos assentos interfere pouco. Por outro lado, em óperas e balés a visão do palco influencia muito o preço da poltrona.
    Neste mesmo link, você também pode ter uma ideia aproximada de como verá o palco de acordo com o assento escolhido. Basta clicar em boxes visualisation, galleries visualisation e stalls visualisation e escolher a poltrona que quer verificar.
    Com isto você pode se organizar e escolher a melhor fileira de assentos dentro do seu orçamento. E fazer uma lista de bons assentos e de assentos que você não quer de jeito algum.
    Apesar de ser automática a atribuição dos assentos na fileira escolhida de acordo com o número de ingressos informados, se o sistema te indicar assentos muito ruins dá para desistir antes de completar a compra e optar por uma nova fileira. Notem que o teatro foi construído numa época em que os costumes eram muito diferentes e muitas vezes as pessoas iam para ser vistas e não para ver o espetáculo e nos camarotes muitas vezes ficavam em pé. Então, um assento caro não tem necessariamente a melhor visão. Alguns assentos centrais da fila 2 da galeria 1, que NÃO são os mais baratos, podem ter uma pilastra na frente e outros da fila 1 desta mesma galeria podem ter a visão parcialmente bloqueada pela barra de proteção instalada na época da reforma se a pessoa for baixinha como eu. Além disso, no último banquinho de alguns camarotes, se a pessoa permanecer assentada, simplesmente não verá nada do palco!
    Acho que pesquisando a visão das poltronas antes você minimiza a chance de uma surpresa desagradável ao chegar ao Teatro, pois mesmo os assentos mais baratos não são tão baratos assim, não é mesmo?

    Responder
    • Mage Santos says:

      Raquel,
      Obrigada pelo seu comentário, tao explicativo e que pode ajudar quem tem duvidas.
      Não sabia desse outro site, onde a gente pode bisbilhotar o mapa dos assentos.
      Valeu a dica
      Mage

      Responder
      • Raquel says:

        Oi, Magê. O site em que se pode ver o mapa de assentos e a visão aproximada deles é o mesmo do teatro alla scala. É só clicar naqueles links que indiquei.
        Eu consegui comprar exatamente os assentos que eu queria, mas estava preocupada mesmo era com a entrega, pois só tinha a opção de entrega por correio e não sabia se eles enviariam mesmo para o Brasil. Estava muito apreensiva e me tranquilizei um pouco lendo a sessão de perguntas frequentes que garantia que, se não fossem entregues os ingressos, daria para pegá-los na bilheteria antes do espetáculo.
        Mas, agora estou muito mais tranquila porque os ingressos chegaram em minha casa direitinho!
        Fica aí mais uma dica para o pessoal: não se preocupem porque eles entregam a tempo e na sua residência!
        Que felicidade!
        Abraços,
        Raquel

        Responder
  5. Fabio says:

    Oi, Magê, como vai? Estou com uma viagem para a Itália em Abril próximo e começo por Milão. Já reservei ingressos para a Santa Ceia e estou aguardando a abertura dos ingressos para assistir Les Troyens no Teatro alla Scala dia 26/04. Aliás, estou estendendo 1 dia minha permanência em Milão só para isso. Minha dúvida é em relação a que roupas eu minha esposa devemos usar para assistir uma ópera, sem passar vergonha. Precisa de terno e gravata? E para mulheres? Outra pergunta é em relação aos lugares. Não vou poder gastar EUR 500 para duas pessoas na platéia. O que seria melhor, um lugar na Galeria na frente ou em um dos palcos mais atrás? São lugares de +/- EUR 100 cada um. Obrigado pela ajuda.

    Responder
    • Mage Santos says:

      Ola Fabio!
      Bem, o dia que abrir as vendas no Scala, eu te aconselho a colocar o relógio para despertar de madrugada ai e ir para frente do computador no horário indicado. Essa foi a minha experiência nas duas vezes que comprei: as 9h da manhã aqui meu marido estava na frente do computador. Alias, veja se vc pode entrar no sistema e se registrar antes, assim no dia, teus dados já estarão todos lá.
      Olha, qto a roupa, depende do horário. Eu, nas duas vezes que fui, era de tarde e, infelizmente, vi gente de jeans, o que eu acho que deveria ser proibido. mas é que tem muito turista que acaba entrando com a roupa que estava passeando pela cidade. Mesmo indo a tarde, meu marido estava de gravata e um paletó, mas não era um terno completo… A calça e o paletó eram diferentes… Se vcs forem a tarde, vc pode ir de camisa e uma calça “mais séria”. Para a sua esposa, um vestido (não precisa ser longo) de cor escura se for de noite, já é o suficiente. Eu te estou falando tudo isso e qdo vc chegar lá não vá pensar que eu sou uma exagerada. Vc vai ver coisas do outro mundo. É só que eu acho que em um teatro assim, as pessoas deveriam se vestir de acordo….
      Qto aos lugares, nas 2x que fomos na galeria, a primeira depois dos palcos (camarotes)… Uma vez ficamos um pouco de lado, mas dava para ver bem… Agora em janeiro estávamos bem na parte oposta ao palco, em frente, mas sempre na galeria. Tb se via muito bem. Os ingressos custavam cerca de 75 euros, então se vc for nos de 100, acho que é uma boa posição. Uma coisa que eu não acho legal nos palcos (camarotes) é que se vc fica nos “banquinhos” de tras, a impressão que tenho é que não se tem uma boa visibilidade. Se vc escolher os palcos, se atente a isso.
      Bom espetáculo e boa estadia em Milão,
      Magê

      Responder
      • Fabio says:

        Oi, Magê, obrigado pela rápida resposta!
        Eu já usei essa estratégia de acordar de madrugada para garantir a Santa Ceia e sim, já havia me cadastrado no site do Scala para evitar surprêsas!
        Les Troyens está previsto para 17:00, provavelmente porque são 5:30 de espetáculo. Então acho que posso ir com uma calça social e uma boa camisa. Evitará de eu ter que carregar um blazer por mais 16 dias por causa de uma só noite. Concordo com você que deve haver uma certa liturgia numa ópera no Scala!
        Vou tentar comprar para Galeria I. Os de EUR 100 dos camarotes devem ser os banquinhos, e 5:30 num banquinho acho que não vai rolar…
        Bom, a bilheteria abre amanhã. Depois conto o que consegui. Me deseje sorte! Se você conseguir responder ainda hoje, você sabe se tem como escolher os lugares das Galerias ou o sistema é que escolhe automaticamente para você?
        De qualquer forma, muito obrigado mesmo pela ajuda e parabéns pelo blog. Tenho certeza que vou achar muita dica interessante por aqui. Um abraço.

        Responder
      • Fabio says:

        Oi, Magê. Consegui comprar, mas foi tenso! Primeiro que pelo que vi, já tem muitos ingressos reservados para quem compra toda uma sessão. Entrei às 9:00 (de Milão) em ponto e quando tentei comprar na Galeria I Zona 1 (a mais cara, acredito que sejam as de frente para o palco) não havia mais nenhuma! Tentei a Zona 2 e também nada, nem na Galeria II de frente. Daí o sistema travou e dava uma mensagem de indisponibilidade por muito tráfego. Depois de 45 minutos o site voltou e consegui na Galeria I, 1a fila, poltronas 93 e 94, mais ou menos no meio da lateral. Foram entradas de EUR 50 cada, mas melhor que isso só platéia ou camarote 1a fila, a EUR 252 cada… Eles dizem que encaminharão os tickets para minha residência. Você sabe se isso vale para quem mora no exterior também?
        Obrigado!

        Responder
        • Mage Santos says:

          Oi Fabio!!
          É tenso mesmo para nós que moramos aqui. Acho esse sistema de vendas um absurdo, para te dizer a verdade.
          Nós recebemos nossos bilhetes em casa… acho que tb funciona para o exterior sim.
          Qto ao lugar, já fiquei mais para a lateral e consegui ver bem….
          Depois vc volta aqui e me conta como foi. Bom espetáculo!!

          Responder
          • Fabio says:

            Oi, Magê, depois eu conto como foi sim, mas acho que ainda volto ao blog antes de ir para fazer mais algumas “perguntinhas”…rs…
            De novo, parabéns e obrigado por dispor do seu tempo para ajudar aos viajantes :)

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *