Posts

Pietà Rondanini: Michelangelo em Milão

Obra extrema de Michelangelo, a Pietà Rondanini, exposta em Milão, é considerada por muitos o seu testamento espiritual, já que segundo documentos, o artista continua a trabalha-la até poucos dias antes da sua morte, na noite do dia 18 de fevereiro de 1564, deixando-a incompleta.

Filmes ambientados em Milão

Angelina Jolie, Johnny Depp, Daniel Craig (007), Julia Roberts. Nenhum desses atores esteve em Milão para filmar uma grande produção hollywoodiana e nem Woody Allen escolheu a cidade para para umas de suas obras cinematográficas quando escolheu a Itália.

Sem o fascínio romântico de cidades como Roma e Veneza, não quer dizer que Milão não tenha sido cenário de vários filmes nas últimas décadas.

Grandes nomes do cinema italiano como Vittorio De Sica, Pasolini, Michelangelo Antonioni, Lucchino Visconti, Rosellini, Ermano Olmi e Mario Monicelli filmaram importantes filme na cidade nas décadas de 50 e 60, essa última, período do boom econômico italiano e da afirmação de Milão como importante centro industrial do país.

Itinerário Milão Romana: o que ver na cidade

Mediolanum. A grande parte dos turistas e mesmo os locais, caminham pelas ruas da cidade conhecida como ‘cidade da moda’ sem saber (ou lembrar) que por quase 200 anos, Milão (chamada pelos romanos de Mediolanum) foi capital do maior império que já existiu por essas bandas de cá.

Feita capital em 286d.C, a cidade que hospedou o então Imperador Massimiano (designado para governar o Império do Ocidente) se embelezou de todos os grande edifícios dignos de uma capital.

Itinerário Leonardo Da Vinci em Milão

Quem vem para Milão, mesmo conhecendo pouco a história da cidade, não pode deixar de associa-la ao nome de Leonardo Da Vinci.

O gênio Renascentista não era milanês, mas passou aqui 18 anos na corte de Ludovico Sforza, entre 1482-1500, deixando na cidade a Última Ceia, com certeza a sua obra mais famosa junto com a Monalisa.

Mas percorrer os rastros de Leonardo em Milão não é só se limitar só a conhecer a famosa parede pintada no refeitório do Monastério de Santa Maria delle Grazie.

A cidade está cheia de lugares, mais ou menos conhecidos pelos turistas, que estão ligados ao nome do grande artista toscano.

Floating Piers: a arte de Christo no coração da Franciacorta

O Lago d’Iseo coração da Franciacorta, vai se transformar por 2 semanas de junho numa grande instalação de arte contemporânea: Floating Piers, última obra do artista americano de origem búlgara Christo.

Um dos mais importantes representantes da land art, Christo é conhecido pelas suas intervenções urbanas, com obras de modificam provisoriamente a paisagem e a realização de obras de arte em grandes dimensões.