Posts

Floating Piers: a arte de Christo no coração da Franciacorta

O Lago d’Iseo coração da Franciacorta, vai se transformar por 2 semanas de junho numa grande instalação de arte contemporânea: Floating Piers, última obra do artista americano de origem búlgara Christo.

Um dos mais importantes representantes da land art, Christo é conhecido pelas suas intervenções urbanas, com obras de modificam provisoriamente a paisagem e a realização de obras de arte em grandes dimensões.

Os Gêmeos no HangarBicocca em Milão

O melhor da street art brasileira vai invadir Milão por 1 ano. A dupla de artistas paulistas ‘Os Gêmeos’ acaba de inaugurar no magnífico espaço do Pirelli HangarBicocca um imenso mural que remete ao passado industrial do lugar.

Efêmero é a primeira intervenção do programa ‘Outside the Cube’, que é dedicado a street art e outras formas de arte ligadas ao contexto urbano e público e que vai durar 2 anos, apresentando outros artistas em 2017 e 2018.

Antigas áreas industriais convertidas para a arte em Milão

Era uma vez uma Milão industrial, cheia de fábricas e galpões que vira uma Milão pós-industrial, cheia de bancos, lojas e escritórios e abandona seus enormes espaços, muitas vezes localizados nas ‘periferias’.

Uma cidade tem que se reinventar ao longo de sua história, mas reinventando-se nas atividades primárias a um certo ponto também tem que reinterpretar seus espaços urbanos.

Nos últimos 4 ou 5 anos, a cidade soube reaproveitar as antigas áreas industriais que fizeram parte da sua história de capital econômica do país, transformando-as em grandes e modernos centros de exposições, fundações e museus.

Armani Silos e Mudec em Milão

Ainda longe da invasão turística, desde maio de 2015 o bairro de Zona Tortona ganhou dois novos museus, bem diferente entre eles: Armani Silos e Mudec, o Museo delle Culture.

O bairro, que tem um passado industrial recente, é cheio de grandes espaços como galpões, que nos últimos anos chamaram a atenção de grandes marcas da moda, que ali montaram seus show rooms e fotógrafos e artistas que estabeleceram seus estúdios.

Zona Tortona ‘ferve’ praticamente uma vez por ano, durante o Salão do Móvel, já que nas ruas do bairro é armado um dos espaços mais interessantes do Fuori Salone.

Bate e volta de Milão para Verona – Roteiro de 1 dia

O bate e volta Milão – Verona é um clássico e um dos mais populares, junto com o Lago de Como para quem está na cidade.

A apenas 1 hora e meia de distância (de trem) de Milão, a graciosa cidade cortada pelo Rio Adige, patrimônio Unesco, atrai turistas de todo mundo pela sua beleza e pela história de amor mais trágica e conhecida do mundo.

Pela proximidade com Milão, sempre estive na cidade só por um dia, mas faz tempo que estou prometendo a mim mesma um final de semana assim que a temporada de óperas começar na Arena de Verona (junho de todos os anos).

Com os principais monumentos concentrados no centro, Verona é fácil de visitar. Melhor ainda se for durante a primavera ou verão, quando os dias são mais longos e dá para aproveitar mais. Aqui ficam minhas sugestões do que fazer em Verona em 1 dia, se esse for o tempo que você tiver.