Posts

Um dia de relax em Milão

Fazia tempo que ensaiava uma escapada as Terme di Milano para um dia de relax na cidade. Na verdade, a estrutura é um spa dentro da cidade, não muito longe do centro.  Milão oferece várias opções para quem quer um dia, ou meio, de relax na cidade, mas todas elas são dentro dos grandes hotéis de luxo e com preços bem salgados.

E eis que no último feriado depois das férias de Natal, antes de realmente começar o ano, eu e marido pegamos o caminho da Porta Romana e fomos conferir a tal das termas. Aliás, termas dá só o nome a estrutura já que Milão não tem águas termais (que é possível encontrar em outras localidades nas montanhas da Lombardia).

o que fazer Milão relax

As termas ficam em um lugar bem sugestivo, uma construção de arquitetura Liberty que era a antiga garagem dos bondinhos quando eram ainda puxados por cavalos. Tudo isso, bem em frente da dita Porta Romana e com o jardim por parte cercado pelo pouco que sobrou das muralhas espanholas da cidade (século 16).

Nós chegamos sem reserva as 11h e apesar de ser feriado, não tivemos problemas para entrar. O custo nos finais de semana e feriados não é econômico, mas a permanência é ilimitada e você tem acesso ao buffet light (frutas, biscoitos, iogurtes, cereais, mel, chá) durante todo o período.

o que fazer Milão spa

Depois de pagar na recepção, eles te dão uma toalha, um roupão, par de sandálias de dedo e o bracelete junto com um cartão que abre e fecha seu armário.

Apesar do frio, era um dia de sol e nós começamos pelo lado de fora, já que eu estava louca para ver o jardim com as muralhas. Fora são duas piscinas água quente e hidromassagem e uma sauna seca que fica dentro de um antigo bondinho ATM. O cenário é bem sugestivo e deve também ser bem legal a noite.

Paradinha no buffet, que fica na antiga Sala Cavalli, para comer um iogurte e comer uma fruta antes de descermos para aproveitar os percursos de água e sauna que ficam no subsolo. Tem cascata, sauna com bicarbonato para fazer auto-esfoliação, hamman, piscina com cromoterapia.

Milão spa

Fiquei tanto de molho, que quando parei em uma das salas relax com colchão de água e musiquinha com barulho de água, dormi uns 20 minutos.

Ainda demos mais uma parada no buffet para um lanche, sempre a base de frutas e biscoitos, antes de irmos tomar banho. Os vestiários são equipados com secadores, cremes para o corpo, shampoo e sabonete líquidos. Você precisa levar mesmo só o maiô ou biquíni.

Pessoalmente, para o preço que custa, eu achei que eles tem poucos funcionários, mas nada que tenha comprometido o nosso dia lá.

Para quem quer fazer uma coisa diferente em Milão e adora um relax, é uma ótima opção. Eles tem também iniciativas como café-da-manhã (sábado e domingo) e happy hour (todos os dias) e tratamentos de beleza que não estão incluídos no preço da entrada.

QC Terme Milano  (site)
Piazzale Megadlie d’Oro 2 (Metrô Porta Romana)
De Segunda  à Quinta: das 9h30 às 23h
Sexta: das 9h30 às 00h30
Sábado: das 8h30 às 00h30
Domingos e feridos: das 8h30 às 23h
 
Ingresso dia inteiro 45 euros (seg a sex)
Ingresso dia inteiro 50 euros (sab – dom e feriados)
Aperiterme – happy hour 38 euros (a partir das 17h30 seg a sex)
Aperiterme – happy hour 42 euros (a partir das 17h30 sab e dom)
Relax com as estrelas 34 euros (a partir das 19h30 seg a sex)
Relax com as estrelas 38 euros (a partir das 19h30 sab e dom)
 
Não é consentida a entrada a menores de 14 anos 

Programação de Janeiro a Março 2015

A programação cultural de Milão continua nesses primeiros meses de inverno e aquece a temporada do ano que vem, em vista da Expo2015, sobre a qual falamos nesse post e também nesse que vai abrir em abril com a grande mostra de Leonardo da Vinci no Palazzo Reale.

Fotografia, escultura, pintura, continuam a encher os museus milaneses, dando a opção a locais e turistas de aquecer o corpo e a alma nesses próximos meses frios. Só no quesito concertos é que a proposta é limitada. Mas sabemos que sé só questão de tempo, porque é a primavera-verão a temporada dos grandes shows aqui na Europa.

Por enquanto, deixo aqui a programação com as dicas do que fazer em Milão nos meses de janeiro, fevereiro e março 2015.

Para informações sobre horários e preços, clique nos links dos sites.

Lembrando que todos 1 domingo do mês os museus estatais (Pinacoteca de Brera) e municipais (Museus do Castelo, Museu 900, GAM, Museu Arqueológico, Museu de História Natural) são gratuitos. Esses últimos também podem ser visitados com um cartão com preço mais conveniente. Leia aqui o post.

Divirta-se

 Mostras e exposições

Marc Chagall –até 18 de janeiro 2015 – Palazzo Reale

A maior retrospectiva dedicada ao pintos russo na Itália, traz mais de 200 obras, na maior parte, pinturas.

o que fazer em Milão

Amos Gitai –até 1 de fevereiro 2015 – Palazzo Reale

Uma mostra na Sala das cariatides reúne vídeos e instalações do cineasta israelense.

Alberto Giacometti –até 1 de fevereiro 2015 – GAM

A esse grande escultor e pintor suiço do século 20, a Galeria de Arte Moderna de Milão dedica uma mostra monografica que expõe 60 obras provenientes da Fundação Alberto e Annette Giacometti de Paris, percorrendo sua trajetória do início aos tempos mais maduros.

Le Dame del Pollaiolo – até 16 de fevereiro – Museu Poldi Pezzoli

Para quem gosta de retratos renascentista ou quer visitar uma das mais belas casas museus da cidade, o Poldi Pezzoli expõe além da sua obra dama, outras três pintadas pelos irmãos Pollaiolo, dois grandes pintores do século 15.

museo-poldi-pezzoli-le-dame-dei-pollaiolo

Pela primeira vez, os quatro quadros expostos juntos. A dama milanesa se reúne a suas amigas vindas de Berlim, Florença e Nova Iorque.

Collezione Pirelli – Forma e Desiderio – The Cal – até 21 de fevereiro – Palazzo Reale

As fotos do calendário mais famoso do mundo em mostra em Milão. São 200 fotos do início da aventura Pirelli até os dias de hoje.

Calendario_pirelli_mostra_fotografia_milano_-800x500_c

Van Gogh– até 8 de março 2015 – Palazzo Reale

Depois de 60 anos uma mostra do famoso pintor holandês volta a cidade com obras que retratam a relação do homem com a natureza, provenientes do importante Kroller-Müller Museum di Otterlo, na Holanda.  Para informações clique aqui

Klein Fontana – Milão Paris 1957-1962 – até 15 de março – Museu Novecentos

A exposição apresenta o percurso paralelo de 1957 até 1962 entre Milão e Paris de Yves Klien e Lucio Fontana, ligados por uma forte amizade e admiração.

A mostra expões cerca de 90 obras dos dois artistas, além de uma documentação de filmes, cartas e fotos.  Para informações clique aqui.

Bramante a Milano – até 22 de março – Pinacoteca de Brera

No 5 centenário da sua morte, Milão celebra o grande pintor e arquiteto, contemporâneo de Da Vinci, com uma mostra que repercorre a sua longa estadia em Milão (1477-1499) e que por aqui deixou pinturas, afrescos, e a belíssima igreja de Santa Maria em San Satiro e o presbitério de Santa Maria delle Grazie.

Triennale

Para quem gosta de arquitetura e design esse grandíssimo museu milanês tem várias mostras contemporaneamente que valem a pena – Informações e calendário aqui

Música

The Black Keys – 17 de fevereiro 2015 – Mediolamum Forum – Vendas ingressos aqui

Sting e Paul Simon – 30 de março 2015 – Mediolamum Forum – Vendas ingressos aqui

862ab9d620a37699dd35863a7867f0e6-640x360

Para atualizações, siga o Milão nas mãos no Facebook, Twitter e Google +

Natal e Ano Novo em Milão

Confesso que tenho dificuldades de escrever sobre o Natal e Ano Novo em Milão e pensando bem, acho que nunca fiz um post sobre isso.

Mas não porque eu não goste de Natal (gosto menos do Ano Novo, ainda mais no frio), mas é que entendo muito quem gosta de viajar, mas acho uma época estranha para pessoas estarem longe de casa, dos amigos. Ainda mais os brasileiros, que trocam o calor pelo frio europeu.

Mas eu não tenho nada com isso no final das contas e tenho que pensar em todos vocês que se aventuram nessa época do ano para esses lados de cá, com temperaturas que ficam em torno aos 5 graus durante o dia.

O Natal em Milão é feito da feirinha em volta do Duomo e de eventos para crianças e adultos em várias partes da cidade.

 Então deixo aqui, nada mais nada menos do que uma simples lista do que já está acontecendo no Natal e Ano Novo em Milão nesse 2014/2015.

 Decoração

A grande protagonista no Natal milanês é sempre a grande árvore montada na Praça Duomo e que se acende todos os anos no dia 6 de dezembro. Esse ano, ela tem 50 metros, é toda iluminada em LED e é patrocinada por um fabricante de panettones.

Mas Milão também tem uma árvore moderna, que fica na Praça Gae Aulenti, no novo de também moderníssimo bairro de Porta Nuova.

A Galeria Vittorio Emanuele também é um outro importante monumento de Milão que se prepara para o evento do final do ano, com uma iluminação especial da grande cúpula.

Natal Ano Novo em Milão

Algumas ruas das cidade, principalmente as de grande comércio, também se decoração para o Natal, como o caso de Corso Buenos Aires e o Quadrilátero da Moda. Nelas, as vitrines das grandes marcas também dão um show a parte muitas vezes.

Crianças

Já faz aos que o espaço de Natal para a criançada é montado no belo parque Giardini Pubblici (Porta Venezia) com o Villaggio delle Meraviglie que vai propor espetáculos, laboratórios para as crianças e duas pistas de patinação no gelo, uma para crianças e outra para adultos.

Patinação

E não existe Natal sem a ideia de uma patinada no gelo. Esse ano, as pistas serão várias: no Villaggio dele Meraviglie em Porta Venezia uma para crianças e outra para adultos. Também uma pista de patinação em Praça Gae Aulenti e uma de 500 m² na Fabbrica del Vapore.

Natal em Milão

Na Praça Lombardia a pista de gelo vai ser dedicada ao hockey.

Mostras

Continua a programação invernal da cidade, com as grande mostras do Palazzo Reale e a exibição de uma obra de Raffaello, totalmente grátis, na sala Alessi da prefeitura de Milão, na Praça Scala.

Para quem fica por aqui alguns dias e quer se esquentar consumindo cultura, nada melhor do que aproveitar um dos museus de Milão.

Compras

Geralmente as grandes compras acontecem antes do Natal, mas quem pode esperar, convém deixar para o dia 5 de janeiro, quando começam as liquidações de inverno na cidade. Entre uma compra e outra, você sempre se refugiar para um chocolate quente ou um pedaço de panettone, por exemplo na Peck.

Mas fica uma dica: muitas lojas já oferecem descontos no caixa, nos dias seguintes ao Natal.

24 e 25 de dezembro

Aqui no Norte da Itália não é costume festejar a Véspera de Natal. Quem faz questão de não deixar passar em branco, assim como o almoço do dia 25, pode escolher um dos vários restaurantes que oferecem cardápios para esses dias, como o Biffi na Galeria Vittorio Emanuele ou Cucina delle Langhe em Corso Como.

As possibilidade e preços são variados, mas não deixe para a última hora. Eu aconselho fazer uma pesquisa na internet: cena e pranzo Natale a Milano. Leia o post do jornal Corriere della Sera com dicas para almoço de Natal em Milão.

Atenção: dia 26 é dia de São Estevão e é feriado aqui. Muito mais difícil achar até restaurantes abertos.

Ano Novo

Para o turista, a única possibilidade é congelar na grande festa organizada há anos na Praça Duomo, com concertos de artistas italianos famosos ou escolher uma das festas nas discotecas da cidade como o The Club ou Just Cavalli.

Você pode dar uma olhada nesse link.

Divirta-se e….Feliz Natal !!

Milão: 48 horas com menos de 48 euros

É possível passar 2 dias em Milão gastando pouco e conhecendo alguns pontos importantes da cidade, misturando arte e mundanidade?

Sim, é possível. Tirando a hospedagem, é claro, a cidade oferece uma série de opções baratas ou grátis, como já contei nesse post. Aqui, eu pensei em deixar algumas dicas do que fazer em Milão em 2 dias gastando até 48 euros.

Dia 1

10h  7 € *
Onde: Telhados do Duomo

O Duomo de Milão é a primeira parada de qualquer turista. Impressionante por fora, onde mostra o melhor do seu majestoso mármore, é nos telhados que confirma a fama da sua beleza gótica medieval.

Enfrente sem temer as centenas de degraus. Você não vai se arrepender quando estiver lá em cima, tête-à-tête com as 135 estátuas que decoram os pináculos.

13h – 2,50 €
Onde: Luini

Ao lado do Duomo, é o panzerotto mais famoso da cidade. A fila é uma mistura de locais e turistas bem informados que vão atrás do salgado de origem pugliese, recheado de mozzarela de búfala e tomate.

Como contei nesse post, a melhor coisa é saborea-lo na Praça San Fedele ou na Praça Scala.

14h – 0 € *
Onde: Gallerie d’Italia

Situada na Praça Scala, uma visita a Gallerie d’Italia  valeria a pena nem que fosse para conhecer os dois palácios que hospedam a coleção privada do banco Intesa Sa Paolo.

Dividida entre a arte moderna do século 19 e a contemporânea do século 20, expõe obras de Antonio Canova, Umberto Boccioni, Piero Manzoni, Michelangelo Pistoletto e Lucio Fontana.

o que fazer 2 dias em Milao

16h – 0€
Onde: Passeio pelo Quadrilátero da Moda

Deixando a Gallerie d’Italia, Via Manzoni é uma das ruas que fecha um dos lados do quadrado que dá nome as 4 ruas mais famosas do mundo da moda.

Se deleite com as vitrines das marcas mais famosas, mas não deixe de reparar também na arquitetura de alguns palácios e casas em Via Montenapoleone, Via Gesú, Via Borgospesso, Via Santo Spirito e Via della Spiga, a única fechada ao tráfego e, para mim, a mais bonita de todas.

18h30 – 10 €
Onde: Corsia del Giardino

Essa é a hora clássica do aperitivo milanês. Centenas de locais deixa seus escritórios para encontrar amigos ou concluir reuniões nos vários bares da cidade que oferecem buffet ou petiscos elaborados pelo preço fixo do drink que você escolher.

 ………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Dia 2

10h – 1,50 €
Onde: Tram 1 – Praça Repubblica

O bondinho da linha 1 é um daqueles tradicionais dos anos 20/30, todo de madeira por dentro e que são um dos símbolos dessa cidade.

Na Praça repubblica, pegue-o em direção ao centro e vá apreciando o percurso, até descer nas imediações do Castelo Sforzesco.

11h00 – 0 €
Onde: Castelo Sforzesco e Parque Sempione

O castelo da cidade é de época Renascentista e foi uma das cortes mais refinadas durante o período na Europa, quando por alí trabalharam artista como Leonardo da Vinci e Bramante.

Entre pela praça das armas e repare nas ameias no alto, onde os soldados faziam a guarda e nas grandes torres laterais que na época serviam como prisões.

A parte de trás da construção é dedicada a Corte Ducal e era onde ficavam os apartamentos dos duques e as salas de audiências e a capela. São essas salas que hoje hospedam parte dos museus municipais da cidade, como o Museu de Arte Antiga, dos Instrumentos Musicais ou a Pinacoteca do Castelo.

Deixando o castelo pela parte de trás, vocé dá para o Parque Sempione, o maior parque público da cidade. Antes de continuar o passeio, sente-se embaixo de uma árvore ou em um banco e dedique-se a observar o vai e vem de turistas e locais.

13h  4 €
Onde: Bar Brera ou Jamaica

Antes de uma visita a pinacoteca da cidade pare para almoçar saboreando um autêntico panino, como chamamos aqui o sanduíche.

Pão crocante recheado do que você preferir: presunto cozido, crú, mozzarela, bresaola, tomates, verduras. As opções são infinitas e você ainda come em um dos bares tradicionais do bairro.

2 dias em Milao dicas do que fazer

14h – 9 €
Onde: Pinacoteca Brera

O antigo bairro dos bordéis milaneses hoje é um dos metros quadrados mais caros da cidade. Lojas de grife, galerias, antiquários e cafés dão o toque charmoso que encanta os turistas durante o dia e a noite.

Brera é também o bairro da grande Pinacoteca de Brera. Atravesse o imponente pátio, preenchido pela estátua de Napoleão nú que fica bem no meio e suba a escadaria até os grandes quadros de nomes como Tiziano, Mantegna, Caravaggio, Raffaello, Bellini, entre outros.

16h30 – 0 €
Onde: Corso Garibaldi – Corso Como

Depois de um banho de arte italiana, nada melhor que relaxar antes da parada para o jantar passeando por Corso Garibaldi e sua continuação, Corso Como.

Caminhe sem pressa admirando a arquitetura popular das casas de “ringhiera” (balaustras) que hoje escondem apartamentos modernos em outro metro quadrado caro na cidade.

Antes de Porta Garibaldi, repare na igreja dupla de Santa Maria Incoronata e dê uma entrada. São duas igrejas unidas em uma só.

Atravesse a porta para continuar por Corso Como. É naquele pedacinho de rua, que no número 10 fica a famosa concept store milanesa 10 Corso Como. Entre para conferir uma das lojas mais bonitas da cidade. Suba também para conhecer a livraria e dar uma espiada na mostra na Galleria Sozzani (sempre grátis).

Saindo dalí, continue seguindo a agulha do arranha-céu Pelli e suba até nova praça da cidade: Praça Gae Aulenti. Sente-se um pouco para ver os locais que trabalham por alí e que começam a voltar para a casa ou estão indo fazer um aperitivo.

Volte para trás, até a Porta Garibaldi… é hora de pensar no jantar.

19h00 – 10 €
Onde: Eataly

A versão milanesa do Eataly, o empório gastronômico mais famoso do mundo fica na antiga sede do Teatro Smeraldo. A noite tem sempre um pouco de música e o ambiente é bem agradável.

Com esse valor, você pode escolher uma pizza margherita ou um prato de massa simple e fechar seus dois dias em Milão, na melhor tradição italiana.

Reserve um tempinho antes ou depois do jantar, para conferir as prateleiras recheadas de produtos gastronômicos italianos.

Total 2 dias= 44 €

* Atenção: Agosto 2015: a partir de junho 2015 a Gallerie d’Italia passou a cobrar 10euros pelo ingresso e os telhados do Duomo a pé custam 11 euros, comprometendo a soma desse roteiro :-(

* Endereços e horários nos links

Programação de Outubro a Dezembro 2014

O outono milanês se esquenta com a programação cultural da cidade, que traz uma prévia do que será o calendário no ano que vem, em vista da Expo2015, sobre a qual falamos nesse post e também nesse.

Fotografia, escultura, pintura, música clássica, rock e pop, só fica em casa e nos hotéis em Milão nos próximos meses quem for preguiçoso.

Confira a programação com as dicas do que fazer em Milão nos meses de outubro, novembro e dezembro e se divirta.

Mostras e exposições

Genesis – de 26 de junho a 2 de novembro – Palazzo della Ragione

O último grande trabalho de Sebastião Salgado, a sua viagem fotográfica pelos cinco continentes por 8 anos para contar o nosso planeta, chega a Milão para uma mostra de centenas de fotografias em preto e branco de rara beleza.

Marc Chagall – de 17 de setembro a 18 de janeiro 2015 – Palazzo Reale

A maior retrospectiva dedicada ao pintos russo na Itália, traz mais de 200 obras, na maior parte, pinturas.

o que fazer em Milão

 

Segantini – de 18 de setembro a 18 de janeiro 2015 – Palazzo Reale

Van Gogh– de 18 de setembro a 8 de março 2015 – Palazzo Reale

van-gogh-natura-morta-con-piatto-di-cipolle-1889

Depois de 60 anos uma mostra do famoso pintor holandês volta a cidade com obras que retratam a relação do homem com a natureza, provenientes do importante Kroller-Müller Museum di Otterlo, na Holanda.

Alberto Giacometti – de 8 de outubro a 1 de fevereiro 2015 – GAM

dog-alberto-giacometti-1951

A esse grande escultor e pintor suiço do século 20, a Galeria de Arte Moderna de Milão dedica uma mostra monografica que expõe 60 obras provenientes da Fundação Alberto e Annette Giacometti de Paris, percorrendo sua trajetória do início aos tempos mais maduros.

Triennale

Para quem gosta de arquitetura e design esse grandíssimo museu milanês tem várias mostras contemporaneamente que valem a pena – Informações e calendário aqui

Espetáculos

Cirque du Soleil – Quindan ; de 19 a 23 de novembroMediolamum Forum – Vendas ingressos aqui

O circo mais famoso do mundo está de volta a Milão também esse ano com um novo espetáculo.

o que ver em Milão

Música

Morrissey– 16 de outubro 2014 – Teatro Linear 4 Ciak – Vendas ingressos aqui

Damien Rice– 23 de outubro 2014 – Teatro Linear 4 Ciak – Vendas ingressos aqui

Cat Stevens– 11 de novembro 2014 – Mediolamum Forum – Vendas ingressos aqui

Billy Idol– 23 de novembro 2014 – Fabrique– Vendas ingressos aqui

eltonjohn_milano

Elton John– 4 de dezembro 2014 – Mediolamum Forum – Vendas ingressos aqui

Para atualizações, siga o Milão nas mãos no Facebook, Twitter e Google +