Posts

Emilia Romagna: paraíso gastronômico italiano

Berço de produtos famosos no mundo como o queijo parmigiano e o presunto de Parma, a região da Emilia Romagna é um paraíso gastrônomico dentro da Itália. Mas ela oferece também ótimos vinhos, além da ‘la rossa’ Ferarri e é a terra de Pavarotti e de grandes cidades como Bolonha, Modena, Parma, Ferrara e Ravenna.

Gelato x Ice Cream na Universidade do Sorvete em Bolonha

Em qualquer lugar do mundo, se você perguntar qual é o sorvete mais famoso do mundo, todos respondem: o sorvete italiano. Il gelato!
A maravilha cremosa que agrada a todos, não foi inventada na Itália, mas foi aqui que se tornou famosa e adquiriu o padrão de qualidade que hoje todos conhecem.
O sorvete como ¨empresa¨ nasce em 1686 quando o siciliano Francesco Procopio dei Coltelli abre em Paris o Café Procope e oferece uma grande variedade de sorvete. O sucesso é imediato, mas o sorvete ainda era uma iguaria elitista, era para poucos.

Casa Artusi: aula de culinária na Itália na escola artusiana

Inaugurada em 2007 em Forlimpopoli e considerada o primeiro centro italiano de cultura dedicado a cozinha doméstica, a Casa Artusi tem a tarefa de promover os princípios da cozinha italiana tradicional , que é a base da cozinha artusiana.

Foi ali, na semana passada, que depois de 14 anos na Itália, participei da minha primeira aula de preparação de massa fresca com uma “marietta”, como são chamadas as senhoras romanholas voluntárias que ajudam a difundir a gastronomia italiana tradicional.

Consultoria de compras e imagem em Milão

Sabe aquele corte de cabelo que você adoraria fazer, aquela peça de roupa ou acessório que você acha lindo nos outros e também gostaria de comprar, mas sempre fica na dúvida porque não sabe se ficam bem em você, se combinam com seu estilo?

Pois a nova parceria do Milão nas mãos propõe consultoria de compras e imagem com atendimento em português em Milão,  com a Cláudia, que conhece vários cantinhos da cidade e lojas incríveis para todos os tipos de orçamento.

Porque se mudar o visual é legal, em Milão então, é melhor ainda.

Nascida há 30 anos em Milão, cresceu na cidade onde se formou em Economia com uma especialização em Gestão de Bens de Luxo. Já na época da faculdade, trabalhou para algumas marcas como Valentino e Loro Piana, até decidir  em 2012 (depois de uma breve experiência em NY) de partir novamente para o exterior.

Personal Shopping Milão

As dicas da Claudia no jornal ViviMilano

Querendo ir além das fronteiras europeias, as possibilidades nos países emergentes eram: Índia, Rússia, China e Brasil. Para uma garota italiana, sozinha, nada mais natural que escolher um país com a cultura e vida um pouco mais parecida com a italiana.

Cláudia escolheu o nosso Brasil e aterrissou em São Paulo, onde ficou por 2 anos, colaborando com empresas ligadas ao mundo da moda.

Na volta a Milão em 2014, começou a própria empresa de consultoria de imagem e personal shopping (só para falar de alguns serviços oferecidos) e pensou que era hora de oferecer seus serviços aos brasileiros de passagem pela cidade, já que os conheceu bem e com os quais mantém laços estreitos de amizades.

Nossos encontros e bate-papos em Milão sempre foram em português (que ela fala perfeitamente), porque como diz Cláudia, ela é paulistana no coração.

Foi por isso que não pensei duas vezes em apresentar essa nova parceria do blog com um bate-papo em forma de post-entrevista, realizada durante o encontro para as fotos publicadas aqui.

Por onde se comeca uma mudança de imagem? 

Eu sugiro de começar sempre mudando a coisa que mais te incomoda, seja isso o corte ou a cor do cabelo, a maquiagem ou um estilo. Assim a pessoa já tira o problema maior, fica satisfeita e tem mais coragem para dar os passos seguintes.

Quais são os serviços que você oferece?

Minha consultoria abrange todos os aspectos relacionados à imagem, a 360 graus. Da seleção das peças no guarda-roupa, ao restyling total, até pacotes dedicados para eventos especiais ou para profissionais que precisam estudar uma imagem estratégica que aumente sua eficiência no trabalho.

Mas o turistas brasileiro que passa por Milão por pouco tempo como pode aproveitar teus serviços?

Bem para os turistas pensei em pacotes “fast”. Como aprendi a conhecer o gosto brasileiro, a minha ideia é levá-los em lugares selecionados e sugerir a melhor seleção de peças para ter o verdadeiro Italian Style, mas sem gastar tempo ou dinheiro nas lojas erradas.

consultoria compras imagem Milão

Claudia propõe profissionais frequentados também por ela

Eles podem marcar comigo um tour das lojas para compras, assim como pacotes de cabeleireiro, maquiagem, estética ou spa.

Os serviços podem ser  usufruídos por  mulheres e homens?

Claro! Aqui na Itália, a maior parte dos meus clientes são homens! Talvez porque mulheres são mais acostumadas a lidar com aparência.

3 coisas em comum no estilo brasileiro e italiano:

Acho que italianos e brasileiros têm bastante em comum. Falando do estilo, todos nós temos muita atenção pela nossa imagem e como os outros nos veem, cuidamos do corpo e do bem-estar em geral e estamos bem informados sobre as tendências da moda.

3 coisas diferentes no estilo brasileiro e italiano:

A primeira coisa que reparei é que no Brasil o pessoal se arruma muito mais para sair (mão, cabelo, acessórios). Nós aqui fazemos isso só para festas ou eventos importantes.

As brasileiras geralmente têm look mais sexy e aqui somos mais “andrógino” e casual. Quanto aos homens é o contrário: a moda masculina ainda é pouco presente no Brasil e muuuuuito seguida aqui.

Garimpando acessórios pelas lojas de Milão

Garimpando acessórios pelas lojas de Milão

Uma peça coringa no guarda-roupa feminino e no masculino?

No feminino é a camiseta básica, branca ou preta: dependendo das combinações com acessórios e maquiagem pode ser esportiva, elegante, sexy, cool.

No masculino eu sou fã de um bom sapato elegante. Combina com jeans e com terno e dá sempre um toque dandy ao visual.

Uma coisa que as pessoas deveriam evitar?

Um visual “forçado”, que não deixa a pessoa segura e tranquila.

Uma loja fast fashion?

Zara, sempre!

Uma loja entre a fast fashion e luxo?

Norrmode, na piazza Tricolore. Tem pecas lindas e pouco comuns.

Uma loja de luxo?

Antonia, a de Brera ou a do Excelsior.

Antonia

Em Milão: um restaurante, um bar para aperitivo, um museu… 

Restaurante tenho curtido muito o The Small, que é bem pequeno, mas cool e aconchegante, com comida boa e gente bacana.

O aperitivo dos milaneses é no Navigli! No Mag ou no Ugo, onde tiver lugar!

Museus eu amo o PAC e a Triennale: arte contemporânea incrível e lugares lindos. Não dá para perder a Darsena, que acabou de ser inaugurada e  Mercado Municipal do Navigli, novinho e com especialidades de todos os países.

De uma paulistana para uma milanesa: Milão e São Paulo são assim tão iguais?

São!! Em primeiro lugar são as duas cidades mais subestimadas dos nossos países: o pessoal só conhece o lado econômico, mas as duas têm lugares lindíssimos e são incríveis para viver: arte, moda, cinema, comida, dá para experimentar o melhor de tudo! E somos (milaneses e paulistanos) beeeem menos fechados e “frescos” do que as pessoas acham!

Para entrar em contato com a Claudia, mande um email para info@milaonasmaos.it que encaminharemos os pedidos de informações e orçamentos.

Nota: Claudia é uma parceira do Milão nas mãos e ao contratá-la o blog recebe uma comissão pela indicação, sem que você pague nada a mais por isso. Leia aqui para saber mais da nossa politica de monetização.

Modena: terra de Ferrari, Pavarotti e muito mais

Existem cidades que são ligadas a nomes de personagens famosos da história recente ou poderíamos também dizer ao contrário: existem personagens da história recente que estão fortemente ligados ao nome de suas terras natais.

É o caso da cidade de Modena, na região italiana da Emilia Romagna e seus filhos mais ilustres: Enzo Ferrari e Luciano Pavarotti. Dois nomes que dispensam apresentações e que só contribuiram para enriquecer ainda mais uma região também cheia de tradições artísticas-culturais e enograstrônomicas.

Porque a Emilia Romagna, é a terra da Ferrari e de Pavarotti, mas também do Lambrusco, do queijo Parmigiano Reggiano e do verdadeiro Vinagre Balsâmico Tradicional.

Foi pensando em colocar essas excelências do terrítorio a disposição dos turistas durante o período da Expo2015, que o órgão de promoção turística da Emilia Romagna criou o Passaporte Discover, um passe com duração de 48 horas com serviço de van e que inclui todas as entradas nas etapas do itinerário para você descobri e deixar de surpreender por mais um pedacinho do Norte da Itália.

E foi para conhecer esse itinerário e suas etapas que, com outros 6 blogueiros, passei um final de semana entre Modena e Maranello para poder contar tudo para vocês e concluir que mesmo depois de 13 anos nesse país e a apenas 165 km de casa, a Itália ainda é capaz de me surpreender.

Como funciona:

A partir do dia 4 de abril e até o final da Expo2015 no dia 31 de outubro, é possível visitar todas as 14 etapas do Discover Ferrari e Pavarotti Land por 48 horas comprando o passe que incluí a entrada em todas as atrações do itinerário e também o serviço de van para quem está sem carro.

Das 10 às 17h, a cada hora, uma van saí das estações de Bolonha, Modena e Reggio Emilia (perfeito para quem está em Milão e quer udar o trem) ou do Museu Ferrari em Maranello e do Museu Enzo Ferrari em Modena e fazem o percurso circular das atrações.

mapa ferrari

Foto divulgação Discover Ferrari e Pavarotti Land

Você desce onde quiser e fica o tempo que quiser aproveitando a atração e sabe que de hora em hora passa uma outra van para você proseguir. É você que decide o que ver e por quanto tempo.

O passe também pode ser adquirido por quem está viajando pela Itália de carro.

As etapas:

Museu Enzo Ferrari (Modena)

O museu se divide em dois espaços: a oficina onde nasceu os carros Ferrari e que expõe alguns modelos de competição e um outro espaço mais moderno, dedicado a outros modelos e a exibição de um filme que conta um pouco da vida de Enzo e Pavarotti.

visitar museu ferrari modena

Vinícola Cleto Chiarli

A mais antiga vinícola de Lambrusco da região, fundada em 1860 e produtora de vinhos de qualidade, onde é possível conhecer a produção e degustar os vinhos.

Hombre e Coleção Maserati

Empresa agrícola que produz queijo Parmigiano Reggiano biológico e que possui uma das coleções privadas mais espetaculares de Maserati.

Malpighi Balsâmico, Giusti Balsâmico e Consorteria Balsâmico

Visita as empresas e museu (Consorteria) que produzem com o método tradicional o famoso vinagre balsâmico da cidade. Com certeza, o ponto alto do final de semana para mim. Primeiro porque eu sempre gostei do produto, segundo porque não conhecia (quase) nada da produção dele.

vinagre balsâmico modena

Provar um vinagre balsâmico tradicional com 12, 25 e 50 anos de envelhecimento, não tem preço.

Museu Ferrari e cidade de Maranello

Visita ao famoso museu na cidade de Maranello, sobre o qual já contei nesse post, entre modelos famosos e de Formula 1.

Depois, pare para comer a deliciosa especialidade local, gnocco fritto com queijos e frios. Bem alí pertinho do museu, tem o restaurante Drake, onde eu já tinha almoçado uma vez. Provado e aprovado.

Museu Casa Pavarotti

Chamada de “Casa Vermelha”, foi sua última residência e recentemente transformada em museu multimedial dedicado a mémoria do grande tenor italiano.

Abadia de Nonantola

Etapa artística-cultural na abadia do século 8 situada na pequena cidade a poucos quilômetros de Modena.

MuSa – Museu dos Frios

No estabelcecimento Villani, produtor de presuntos e embutidos desde 1886, um interessante museu que mostra as fases de produção das famosas mortadelas de Bolonha, presunto de crú de Parma e San Daniele, presunto cozindo, copa e outras variedades.

4 Madonne – Parmigiano Reggiano

Fábrica do famoso queijo italiano, parmigiano reggiano, produzido só nessa região, a visita do estabelecimento surpreende pelas várias fases, que respeitam a tradição.

No final, é possível degustar alguns tipos de parmigiano.

fabrica parmiggiano reggiano

Palácio Ducal de Sassuolo

A cidade, famoso centro de produção de pisos e azulejos de alta qualidade, tem origem medieval e hospeda o belo Palácio Ducal, que foi residência de verão do ducado Estense.

Modena

A cidade, famosa pelos seus filhos ilustres e por ser sede da Ferrari, Maserati e do famoso autódromo, é uma das etapas dedicadas a arte e cultura, com seu centro histórico e a Piazza Grande, um dos 50 Patrimômios Unesco italianos.

IMG_1356

Quanto custa:

O passe Discover Ferrari e Paravotti Land custa 60 euros por pessoa por 48 horas de serviço van e entradas nas atrações.

A partir do segundo dia, cada dia adicional (se você quiser fazer as coisas com mais calma) custa 25 euros por pessoa.

Não estão incluídos nos preços as despesas de hospedagem (mas é possível adquirir pacotes a partir de 260 euros por pessoa), alimentação, taxas.

Onde comprar:

Pelo site  www.ferraripavarottiland.it

Vivara Viaggi  booking@vivaraviaggi.it

*Minha viagem a Emília Romagna foi um convite e faz parte do Discover Ferrari & Pavarotti Land project, uma colaboração entre Emilia-Romagna Tourism Board e iambassador, mas todas as opiniões aqui relatadas são pessoais.