Posts

Expo2015 Milão: impressões e informações

No segundo dia de ExpoMilao2015, sábado 2 de maio, não resisti a um convite de uma amiga para lhe fazer companhia e decidi começar a explorar a tão falada e esperada Exposição Mundial, que como já foi contado em mais de um post aqui no blog, esse ano acontece em Milão de 1 de maio a 31 de outubro.

Confesso que depois de ter acompanhado todas as polêmicas e incertezas desses últimos anos e mais intensamente nos últimos meses, quando atravessei a passarela que conduz ao gigantesco espaço destinado a exposição, me emocionei. Não sem tombos e tropeços, mas Milão conseguiu abrir a sua Expo.

Queria deixar aqui só algumas fotos do “pouco” que vi, minhas impressões e algumas informações.

Chegada-Transporte

Eu decidi ir de metrô, cheguei na estação Rho Fiera as 10h30 e meu trem estava bem cheio. Logo nas catracas, policiais, funcionários ATM e voluntários da Proteção Civil organizavam o mar de gente que saia do metrô para se dirigir a Expo, direcionando as pessoas para 2 entradas diferentes.

visitar Expo MIlão

Saindo do metrô já é possível ver as bilheterias. Eu já tinha o bilhete e fomos direto para o controle do raio X. Isso mesmo, a entrada da Expo é como o controle dos aeroportos: detector de metais, raio-X para as bolsas, tem que tirar cinto, pulseiras. Eu tinha um selfie stick para fotos dentro da bolsa e depois de passar pelo raio –X o funcionário pediu para que eu abrisse a bolsa para ele olhar.

A área e os pavilhões

Passado o controle, andei por uma passarela até chegar na frente do Pavilhão Zero, a porta de entrada da Expo, que dá uma introdução geral no tema da alimentação e nutrição no planeta através da evolução da agricultura e pecuária. Gostei muito do ambiente que reproduz em 3 lados da sala, a bolsa de alimentos no mundo, com a cotação de vários tipos de produto em vários países. Os painéis são intercalados com monitores onde filmes publicitários sobre alimentos do mundo todo são veiculados.

visitar Expo MIlao 2015

A entrada no Pavilhão Zero, assim como em outros pavilhões mais concorridos, era controlada, formando uma pequena fila (com uma espera de 5 min, no caso desse pavilhão).

O grande eixo da área é o Decumamo, onde estão presentes os pavilhões dos países participantes. A cerca de ¾ do Decumano (foi até onde consegui chegar) ele é cruzado pelo Cardo, eixo mais curto, onde ficam todos os pavilhões das regiões italianas e o enorme Palácio Itália.

visitar  Expo Milao

Depois visitei o Pavilhão do Brasil, bem legal e com certeza vai ser um dos mais populares, por causa da grande rede suspensa por onde adultos e crianças podem caminhar, sentar, deitar. Na parte de baixo, algumass plantas de frutas e grãos como feijão, jabuticaba, abacaxi, carambola  e etc são expostos em pequenos canteiros.

O espaço também tem um bar (caríssimo) onde vendem sucos, pão de queijo, caipirinha e no mezanino algumas telas mostram os números da produção e exportação alimentar no Brasil. No mezanino fica também o restaurante que oferece a opção churrascaria (45 euros) ou prato único (22 euros) .

pavilhão Brasil Expo 2015

Depois foi a vez, não nessa ordem, de visitar: China, Espanha, França, Palácio Itália, pavilhão do vinho e de parar para almoçar e carregar meu celular (sim, tem os bares da Chiccotosco que tem lugares para recarrega-los grátis (Samsung e Iphone 6).

Parece pouco? Pois é pouco, porque a essa altura, na saída do Palácio Itália eu tinha visto só alguns pavilhões dos ¾ iniciais do Decumano, já estava ali há 7 horas, meus pés estavam doendo e eu só queria voltar para casa.

Sim, eu queria ter entrado no pavilhão dos Emirados Árabes (anfitriões da próxima Expo em 2020) mas tinha uma fila de 1 hora, sabia que os pavilhões de Israel, Áustria, Alemanha e muitos outros valem realmente a pena, mas eu já tenho mais ingressos comprados e resolvi deixar um pouco (muito) para as próximas vezes.

A área é bem legal e bonita (mais em alguns pontos que em outros), as pessoas transitavam sem problemas mesmo estando cheio (mas não lotado).

visitar Expo Milão

Tudo parecia funcionar bem, fluir, sem muvuca nos banheiros (são vários e grandes) e nos bares para comer alguma coisa.

Como eu disse, muitos pavilhões tinham filas na entrada (era final de semana), mas não eram muito demoradas.

Dicas:

Compre seu bilhete antes, pela internet, para evitar mais uma fila nas bilheterias.

Vá com um sapato muito confortável. A melhor coisa é tênis de corrida. Eu estava de sapatilha é foi o meu maior erro.

Prepare-se para o verão. É tudo asfalto e com certeza o sofrimento pelo calor vai ser grande.

A cada hora, na área da Árvore da Vida, tem um pequeno espetáculo de música e cores. Não vi a noite, mas deve ser lindo .

Alguns pavilhões tem seus próprios restaurantes e você pode optar por almoçar ou jantar alguma comida típica. Clique para ver as opções gastronômicas publicadas pelo jornal Corriere della Sera, que vai desde bares e espaços solidários (Cascina Cucagna) até o restaurante onde chefs estrelados se alternam na cozinha com menus que chegam a 90 euros. Ou seja, comida para todos os tipos de orçamento.

visitar Expo Milão 2015

Amigos me avisaram da furada de escolher a Eataly (que tem um espaço enorme) para jantar. Sabe-se lá por que, a comida e bebida são vendidos em lugares separados e as 21h, eles conseguiram comprar a comida mas o lugar da bebida já estava fechado (e a Expo fecha as 23h). Vamos ver como as coisas vão ficar nos próximos meses, onde a afluência será bem maior.

Resumindo

A Expo é uma grande festa, onde as pessoas vão para passear, se divertir e dar (um pouco) a volta ao mundo em 1 milhão de metros quadrados.

Se você tem pouco tempo, só 1 dia, focalize no que quer ver e se prepare para a maratona. Para quem quer explorar bem, eu diria que são necessários de 4 a 5 dias.

Boa visita e divirta-se!!

Leia os outros posts sobre a Expo:

Informações sobre a Expo

Expo2015 Milão: uma questão de pele

A Expo2015 em Milão

Está procurando um hotel em Milão?

Leia o nosso post com dicas dos hotéis por bairro e reserve conosco pelo Booking

Informações sobre a Expo 2015

Faltam poucos dias para a inauguração da Expo2015 no dia 1 de maio e a cidade já está se preparando. Monumentos e estátuas em restauros começam a serem despidas de andaimes e a gente começa a descobrir uma cidade nova.

Nos próximos dias, a linha M5 do metrô (lilás) abre novas estações e chega até o estádio San Siro. A área do Naviglio ganha a sua Darsena (antigo porto) completamente renovada e novas lojas e restaurantes abrem suas portas a cada semana.

Mas está tudo pronto? Não. Na semana passada, no imenso canteiro da Expo, 7.200 pessoas trabalhavam para finalizar a área. A gente passa ao lado do canteiro e dá um frio na barriga, mas completo ou não, dia 1 de maio tudo terá início.

02-padiglione-italia

Deixo aqui um post simples, mas com algumas últimas informações sobre o grande evento que vai emoldurar a vida de Milão pelos próximos 6 meses.

E que a festa tenha início!!

Bilhetes

Estão a venda no site Expo2015, mas também estarão disponíveis nas bilheterias do local. São vários tipos de bilhetes: dia inteiro, noturno (a partir das 19hs), família, grupos, dias consecutivos.

Para quem escolhe o bilhete com a data aberta, não é obrigatório reservar a data antes de ir, mas é aconselhável: nos dias em que o parque expositivo atingir o número máximo de visitantes, quem não reservou não poderá entrar. O limite máximo de visitantes é de 250 mil por dia e provavelmente esse número nãos erá atingido.

visore_foody

Uma vez reservada a data do bilhete, não é possível modifica-la e nem pedir o reembolso do bilhete.

Eventos

Além da áera em si com os pavilhões dos 147 países partecipantes, alguns deles realmente interessantes do ponto de vista da arquitetura e inovação, como já contamos nesse post, a Expo2015 vai contar também com um calendário cheio de eventos, como as apresentações noturnas do Cirque du Soleil, que preparou um espetáculo especial para o evento, chamado Allavita. Os ingressos são vendidos no site a partir de 25 euros (com entrada a partir das 19h).

Parte do calendário também é formada dos “National Days” , dias inteiros dedicados a um único país. Sei que o do Brasil será em agosto. Assim que eu souber o dia, publico no Facebook do Milão nas mãos.

Como chegar

Para o turista que chegar em Milão de trem ou avião, a melhor maneira para chegar a Expo partindo do centro é usando os meios de transportes públicos.

O acesso a área da Expo2015 pode ser feita com o metrô linha M1(vermelha), descendo na estação Rho Fiera da ou com as linhas de trem suburbanas S5 e S6 e S14 descendo sempre na estação Rho Fiera.

como chegar

O custo do bilhete para essas linhas é de 2,50 euros. O bilhete urbano de 1,50 euro não é válido.

Durante todo o período da Expo, o transporte público milanês vai funcionar os 7 dias da semana por 24 horas.  Baixe o mapa das linhas de metrô e trens suburbanos clicando aqui.

Mapas

Estarão disponíveis nos pontos de informações em Milão, os ExpoGate em frente ao Castelo Sforzesco e também nas bilheterias da Expo.

Você também pode navegar pelo mapa 3D da área clicando aqui .

Mobilidade

Para pessoas com dificuldades de locomoção é possível reservar (no site) cadeiras de rodas, antes da visita ou na entrada. Além disso, toda a área Expo será servida de um micro ônibus gratuito que vai percorrer o perímetro (cerca 5km) e vai efetuar 10 paradas.

É possível baixar o mapa do trajeto e das paradas do people mover em PDF clicando aqui.

Visita com crianças

Mil carrinhos de bebês ficarão disponíveis gratuitamente, mas deverão ser reservados na app que vai ser disponibilizada no site Expo e Chicco.

Serão ao todo 14 nursery para bebês com trocadores e área relax e 10 pontos de restaurantes com comida para bebês, cadeirões e auqecedor de mamadeiras.

Animais

Não será permitida a entrada de qualquer tipo de animal nos espaços da Expo2015. Excessão feita aos cães-guia para não videntes.

O que não pode entrar

Vista a dimensão do evento, os controles na entrada vão ser grandes.

Mais ou menos como as regras de viagem com aviões, será proibido entrar com objetos pontudos e cortantes, tintas, sprays, latinhas de refrigerante, garrafas de qualquer tipo, assim como cartazes, bandeiras, manifestos e folders de propaganda de qualquer tipo.

Leia mais sobre as Expo2015 nos outros 2 posts que escrevemos sobre o evento: A Expo2015 em Milão   e   Expo2015 em Milão: uma questão de pele

Programação de Abril a Junho 2015

Deixando o inverno para trás e colocando os pés na primavera, a programação cultural de Milão esquenta em vista da Expo2015, com a grande mostra sobre de Leonardo da Vinci no Palazzo Reale.

São muitas as mostras dedicadas ao tema da alimentação, assunto principal da Expo. Mas os museus também oferecem instalações, escultura, pintura, e música, com alguns shows e concertos que vão animar o verão milanês.

Aqui, uma pequena parte da programação com as dicas do que fazer em Milão nos meses de abril, maio e junho de 2015.

Para maiores informações sobre os eventos que acontecem na cidade durante o período da Expo 2015, consulte o site Expo in città, que reúne o calendário completo de todas as manifestações.

Lembrando que todos 1º domingo do mês os museus estatais (Pinacoteca de Brera) e municipais (Museus do Castelo, Museu 900, GAM, Museu Arqueológico, Museu de História Natural) são gratuitos. Esses últimos também podem ser visitados com um cartão com preço mais conveniente. Leia aqui o post.

Divirta-se

Feiras e eventos

Salão do Móvel – de 14 a 19 de abril – Feira Rho-Milano – Informações clique aqui

A feira dedicada aos móveis e design mundial, apresenta a sua 54 edição reunindo os melhores fabricantes e designers do mundo. Esse ano, o destaque fica para o Euroluce, parte da feira dedicada as tendências de iluminação.

Os primeiros dias, a visitação é reservada aos profissionais do setor. No final de semana (18 e 19 de abril) o Salão é aberto ao público.

Fuorisalone – de 14 a 19 de abril – vários bairros de Milão Informações clique aqui

Mas não é só quem vai até a feira que pode curtir o Salão do Móvel. Sempre maior e interessante, é o evento Fuorisalone, espalhado pelos bairros da cidade, showrooms, restaurantes, bares e lojas fazem os turistas e visitantes viverem o melhor do design mundial.

Expo2015 – de 1 de maio a 31 de outubro – Área ExpoInformações clique aqui

O terceiro maior evento mundial acontece em Milão e propõe a alimentação como tema Nutrir o planeta, energia para a vida. Os mais de 140 países participantes, espalhados em seus pavilhões, esperam receber 20 milhões de visitantes em 6 meses.

Leia os posts publicados sobre o evento aqui e aqui.

 Mostras e exposições

Arte Lombarda dos Visconti aos Sforza – até 28 de junho – Palazzo RealeInformações clique aqui

O papel central da Lombardia na arte e a vida de corte nos séculos sob o governo das duas mais importantes senhorias de Milão: os Visconti e os Sforza.

visconti

O percurso, em ordem cronológica, ilustra a progressão dos eventos e a densidade da produção artística, explorando pintura escultura, miniaturas de livros e vitrais em obras provenientes dos maiores museus do mundo para colocar o visitante no contexto que culminou na presença de Leonardo Da Vinci na corte de Ludovico Sforza.

Leonardo Da Vinci 1452-1519 – até 19 de julho – Palazzo RealeInformações clique aqui

Para os apaixonados por Da Vinci, a oportunidade de visitar a maior mostra já realizada sobre o poliédrico gênio toscano.

A mostra será inaugurada dia 15 de abril, data do nascimento de Da Vinci e será dividida em 12 temas, percorrendo transversalmente as obras do artista, através da exposição de inúmeros desenhos, códigos, estudos de pintura e anatomia, quadros e anotações provenientes de vários museus e coleções de todo o mundo.

Da Vinci Milão

Sem esquecer, que a cidade ainda oferece mais Da Vinci na famosa Última Ceia e nas exposição dos códigos vincianos na Pinacoteca Ambrosiana.

O museu ideal – Do futurismo ao contemporâneo – de 15 de maio a 15 de setembro – Museu NovecentoInformações clique aqui

A arte contemporânea italiana é protagonista da exposição proposta pelo Museo Novecento, que repercorre desde à vanguarda até os dias de hoje, através de obras provenientes de diversos museus italianos e coleções particulares.

Medardo Rosso – A luz e a matéria – até 30 de maio – Galleria de Arte Moderna

30 gessos, ceras e fotografias na mostra dedicada ao escultor italiano, que viver entre os séculos 19 e 20 e foi um dos protagonistas da escultura internacional.

Juan Muñoz – Double Bind and Around – de 9 de abril a 23 de agosto – Hangar Bicocca

As obras do artista espanhol na primeira exposição pessoal realizada na Itália. Destaque para a instalação Double Bind, exposta uma única vez na tate Modern em 2001.    

Foto divulgação: Attilio Maranzano                                                                                                            

Art and Foods – de 9 de abril a 1 de novembro – Triennale Milano – Informações clique aqui

Em vista da Expo 2015, o museu do desing milanês dedica 7.000 metros quadrados à exposição que dialoga entre arte e alimentação.

Shows e concertos

Teatro alla Scala – de maio a outubro Informações clique aqui

De maio a outobro 2015, o teatro vai permanecer aberto todas as noites para apresentar cerca de 17 óperas (Tosca, Bohème, Turandot, Aida, Carmen, Cavalaria Rusticana entre outras), além dos concertos da orquestra filarmônica e das apresentações de ballet (Giselle, Bella Adormecida, Quebra-Nozes, etc).

A direção o teatro promete também cerca de 20-25 espetáculos com preço reduzido pela metade e com a venda de ingressos diretamente nas bilheterias do teatro.

David Garret e Filarmônica della Scala – 30 de maio – Praça Duomo – GrátisInformações clique aqui

Metallica – 2 de junho – às 15h – Fiera MilanoIngressos aqui

David Guetta – 6 de junho às 21h – Mediolanum ForumIngressos aqui

shows Milão

Marron 5 – 12 de junho às 21h – Mediolanum ForumIngressos aqui

Ben Harper – 22 de julho às 21h – Mediolanum ForumIngressos aqui

Para atualizações, siga o Milão nas mãos no Facebook, Twitter e Google +

Dicas de hotéis 3 estrelas em Milão

Sim, hotel em Milão não é barato e a rede hoteleira da cidade é feita em grande parte de hotéis 4 estrelas com preços que podem ser salgados para o turista que está pensando em uma estadia barata em Milão.

As estruturas 3 estrelas não são muitas e quase sempre podem ser um tantinho antigas e mal localizadas. Pensando nisso e aproveitando a opinião de leitores e clientes que usaram esse tipo de hotel, selecionei algumas dicas de hotéis 3 estrelas em Milão em diferentes áreas para quem já está planejando um pulo ao Salão do Móvel 2015 e a Expo 2015.

CENTRO E IMEDIAÇÕES

O Hotel La Madonnina do qual falei nesse post, é uma ótima opção para quem não quer abrir mão de ficar hospedado no centro histórico de Milão com acesso fácil a todos os principais monumentos da cidade como: Duomo, Galeria Vittorio Emanuele, Teatro Scala e Castelo Sforzesco.

quarto-madonnina

Clique aqui para reservar o Hotel La Madonnina (pont. 8,3 – Muito Bom) com o Booking

O Hotel Ritter é uma boa opção para quem não quer se afastar muito do centro, mas prefere um área mais movimentada, como Corso Garibaldi, onde fica o hotel.

Com poucos minutos de caminhada, você está no coração de Brera, em Corso Como, Eataly  e no novo bairro de Porta Nuova. O hotel fica a poucos metros da estação de   metrô Moscova (linha verde).

Clique aqui para reservar o Hotel Ritter (pont. 7,8 – Bom) com o Booking

ESTAÇÃO CENTRAL

O hotel 3 estrelas mais conhecidos dos brasileiros, o Ibis, tem uma unidade bem perto da Estação Central de trens de Milão e é ideal para quem quer gastar pouco mas saber o que vai encontrar e ficar perto da estação para bate e voltas (dá para ir a pé).

Para mim ainda é o melhor custo benefício da cidade para quem não está procurando uma experiência de hospedagem por aqui. O hotel também fica a poucos metros da estação Repubblica (linha amarela) e do eixo de compras do Corso Buenos Aires.

Clique aqui para reservar o Ibis Milano Centro (pont. 7,5 – Bom) com o Booking

Localizado em uma das ruas laterais a Estação Central, o Idea Hotel Milano Centrale é uma outra opção de 3 estrelas em Milão com decoração moderna e café da manhã incluído no preço.

hotel 3 estrelas em Milão

 

Clique aqui para reservar o Idea Hotel Milano Centrale (pont. 7,1 – Bom) com o  Booking

NAVIGLI (CANAIS)

Para quem quer ficar em uma áera característica da cidade e com uma grande opção de bares e restaurantes para curtir o início da noite em Milão.

hotel 3 estrelas Milão

O Hotel Milano Navigli é um 3 estrelas que fica na Praça Santo Eustorgio, há poucos passos dos canais e oferece wi fi, café da manhã incluído em um ambiente moderno é uma ótima alternativa de hospedagem em Milão.

Clique aqui para reservar o Hotel Milano Navigli (pont. 8,5 – Muito Bom) com o Booking

Para continuar sua busca por outros hotéis 3 estrelas da cidade, clique aqui para reservar com o Booking

Para pesquisar hotéis por bairro em Milão, clique nesse post 

*Esse post contém link para afiliados (Booking). Para saber sobre nossa política de monetização, clique aqui.

* Atenção: Booking e os hotéis afiliados não trabalham com pagamento adiantado das reserva e os pagamentos são feitos no final da estadia, diretamente nos hotéis. Não aceite pedidos de transfências bancárias ou qualquer outro tipo de pagamento em nome da garantia da reserva.

* Milão nas mãos não responde e se responsabiliza por problemas com reservas feitas com o Booking atráves do blog. Todo o processo de reserva é administrado pelo site Booking.com

Um novo espaço para a Pietà Rondanini

Quem atravessa a torre do Castelo Sforzesco e entra na Praça das Armas se maravilha com a arquitetura, com as torres, mas provavelmente poucos notam uma construção retangular que fica à esquerda da praça.

Construído pelos espanhóis na segunda metade do século 16, era a enfermaria destinada aos soldados do castelo e a partir do ano que vem, em tempo para a Expo2015, será o espaço que vai acolher de maneira definitiva a grande escultura de Michelangelo, a Pietà Rondanini, esculpida entre 1552-1554 pelo artista toscano

Castello Sforzesco Milano

Um ano de restauros para trazer a luz os afrescos nos muros e no teto, que traz a escrita do Credo Apostólico ‘Sali in cielo, siediti alla destra di Dio, Padre onnipotente’ , palavras que resumem a própria essência do cristianismo. É o momento exatamente seguinte da Pietà, que será colocada na sala, embaixo da frase afrescada.

A escolha da enfermaria espanhola não é casual. Lugar de dor e morte, é em sintonia com a escultura insólita do artista toscano (geralmente nas pietàs, Maria está sentada segurando o corpo de Jesus) que cristaliza a dor sem fim de uma mãe que segura o corpo do filho morto.

A escultura, comprada pela prefeitura de Milão em 1952, está apoiada em cima de uma placa anti-sísmica fabricada no Japão, por causa das vibrações da linha do metrô que passa embaixo do castelo.

Michelangelo Milão Pietà

Quem entrar, vai vê-la de costas e pouco a pouco vai descobrir os detalhes mais ou menos acabados da escultura, colocada na enfermaria com uma decoração minimal, feita de poucos bancos e uma pequena livraria monotemática.

O meu deslumbre pela obra eu nunca escondi, está escrito, palavra por palavra em cada post onde pude inseri-la. Para mim, é a maior obra de arte dessa cidade (e olha que temos aqui a Última Ceia de Leonardo da Vinci).

Pietà Rondanini – Castelo Sforzesco
Terças a Domingo das 9 às 19h
Ingressos: 5 euros (inteiro) – 3 euros (reduzido – acima de 65 anos com documento) – grátis (até 18 anos)
* O ingresso é único e vale para visitar a Pietà e todos os ouytros museus do Castelo Sforzesco.

OBS: Post atualizado em 11/05/2015

Fotos: Página FB da Prefeitura de Milão e Milão nas mãos