Posts

Expo 2015 Milão: uma questão de pele

Quem apresentou a candidatura de Milão para sediar a edição 2015 da Expo, com certeza tem o mérito de ter sabidamente escolhido como tema a comida, que nos países desenvolvidos é um dos prazeres da vida ao qual ninguém renuncia e, nos países em via de desenvolvimento, onde a comida falta é um “problema” para ser resolvido. Diferentes dos temas escolhidos nas edições passadas, orientados por exemplo a tecnologia, a alimentação é um tema simples e atraente e não só porque “fala” ao estômago dos visitantes.

Pelo que se viu até agora, os projetos dos países estrangeiros trarão bom conteúdo e irão demostrar de ter afrontado o tema com seriedade e não em um clima: todos à mesa.

Milão Expo 2015 dicas

Como já escrevi nesse post sobre a Expo2015, o tema dessa próxima edição é: Nutrir o planeta, energia para a vida e prevê incluir tudo o que diz respeito a alimentação, do problema da falta de alimentos em algumas zonas do mundo à educação alimentar, até os temas ligados ao alimentos geneticamente modificados. Serão apresentadas tecnologias, inovações, as culturas, as tradições e a criatividade ligadas ao setor da alimentação. Obviamente, para passar da teoria a prática, todos os países irão apresentar as suas excelências em campo gastronômico que poderão ser saboreadas nos restaurantes montados em seus próprios pavilhões.

Agora em setembro está prevista a chegada dos países para a construção de seus pavilhões e aqui mostro o rendering de alguns deles, apontando um aspecto muito interessante, que é a atenção a eco sustentabilidade que muitos deles vão dar as suas “peles”, aos seus revestimentos externos.

Palácio Itália

dicas Milao Expo 2015

O conceito do Palácio Itália é de uma arquitetura paisagem onde o edifício assume através da própria pele as semelhanças de uma árvore florestal na qual se embrenhar. O revestimento é realizado em cimento fotocatalítico que captura alguns elementos poluentes do ar e os transforma em sais inertes.

Future Food District

fooddistrict

fooddistrict2

fooddistrict3

O Future Food District vai hospedar as tecnologias e as inovações mais recentes para a produção, conservação e a distribuição de alimentos, com o supermercado e a cozinha do futuro. O revestimento desses pavilhões será coberto de uma cultivação de micro algas que vão absorver 10 vezes mais anidrido carbônico do que outras plantas e que depois podem ser utilizados como biocombustível.

Pavilhão Brasil

pavilão Brasil Expo 2015 Milão

Inspirado no tema “Alimentar o mundo com soluções”, o pavilhão brasileiro vai usar a metáfora da rede -flexibilidade, fluidez, descentralização – para mostrar a conexão e integração dos diferentes aspectos pelos quais o Brasil conquistou o papel de líder mundial de produtor de alimentos. Em uma área de cerca 4.000 m2, o Brasil vai mostrar aos visitantes da Expo 2015 todas as possibilidades em fase de estudo e de realização para aumentar e diversificar a produção alimentar e satisfazer a demanda de alimentos em todo o mundo, usando tecnologias avançadas em modo sustentável.

Pavilhão México e USA

Outros exemplos de revestimentos interessantes: o pavilhão México parece uma grande espiga de milho e o dos USA a parede de um grande celeiro.

mexico usa

Certamente, visitar esses interessantes espaços, vive-los, degustar a gastronomia de quase 150 países, vão ser motivos suficientes para visitar Milão de maio a outubro de 2015 durante a Expo.

Milão espera a passagem de cerca 20 milhões de visitantes. Você vai ser um deles?

‘Lifting’ em Milão

Agora é oficial: Milão está parada para revisão ou partiu um barba, cabelo e bigode. Não, Milão é uma senhora, então melhor dizer que está fazendo um lifting.

Já faz meses que por aqui vemos monumentos, fachadas e “pedaços” da cidade cobertos por andaimes ou rodeados de grandes canteiros de obras. Depois das restaurações gigantesca dentro e fora do Duomo, muitas feitas in loco, e do Palazzo della Ragione em pleno centro,  é o “salotto di Milano”, a nossa Galeria Vittorio Emanuele que passará por 1 ano de restauros.

expo2015 milao duomo milao

Restauros no Duomo – Foto: Milão nas mãos

Completamente bancada pela iniciativa privada (Prada, Versace e Feltrinelli), os trabalhos poderão ser seguidos pelos turistas e milaneses, graças a uma estrutura (andaime) móvel, que vai correr sobre um trilho.

Arquitetos e técnicos responsáveis pelos trabalhos garantem que a cada 25 dias, um novo pedaço de galeria será delvolvido à cidade, completamente limpo, em suas cores originais.  Os trabalhos deverão ser concluídos em abril de 2015.

expo2015 milão galeria vittorio emanuele milão

Restauros na Galeria – Foto: Prefeitura de Milão

E além da Galeria e Duomo, o turista que vem a Milão no próximo ano, tem que levar em conta de encontrar outras partes da cidade inacessíveis, como a Sala delle Asse, afrescada por Da Vinci no Castello Sforzesco, a estátua de Napoleão na Pinacoteca de Brera dormindo um sono merecido, a Darsena e os canais vazios também passando por reformas, os canteiros das novas estações do metrô que devem abrir até 2015, como a que chegará ao estádio de San Siro.

expo 2015 milão

Pinacoteca de Brera e Sala dele Asse

Sim, porque toda essa faxina/plástica da cidade, é a sua preparação para um dos eventos mais esperados de 2015 por aqui: a Expo2015, a famosa exposição mundial que se realiza a cada 5 anos e dura 6 meses.

Todos nós (principalmente nós mulheres) sabemos que para ficar bonita tem sempre que passar por um pouco de sacrifício. É assim que está Milão esse ano, sacrificando ela mesma e os turistas, enfaixada em boa parte, mas ano que vem, quem passar por aqui vai encontrar essa elegante e tímida senhora de cara nova.

A Expo2015 em Milão

Os turistas brasileiros que passaram por Milão nesse ano, não deixaram de notar em Corso Vittorio Emanuele e Via Dante, as fileiras de bandeirinhas de vários países combinadas com um logotipo que está invadindo a cidade: Expo2015 Milano.

Expo Milao 2015

Pode parecer cedo para falar de um evento que vai acontecer daqui há 1 ano e meio, mas em Milão não se fala de outra coisa. A cidade se prepara, inclusive na infraestrutura, para receber os 20 milhões de turistas esperados de 1 de maio a 31 de outubro de 2015 para visitar a manifestação.

Com certeza no Brasil, que é um dos países participantes, ainda ninguém ouviu falar muito da tal exposição. Só para dar uma lembrada: é a exposição que São Paulo gostaria de sediar em 2020 e para qual apresentou a sua candidatura (ver vídeo).

Ainda que pouco conhecida do grande público, a Expo, que acontece em uma cidade do mundo a cada 5 anos, é o terceiro maior evento mundial, ficando atrás só da Copa do Mundo e Olimpíadas e tem origens no século 19.

O Crystal Palace na primeira Expo

O Crystal Palace na primeira Expo

A primeira exposição mundial foi realizada em  1851 em Londres, no famoso Crystal Palace, construído todo de ferro e vidro no Hyde Park especialmente para a exposição, que se chamou Great Exhibition of the Works of Industry of all Nations. Eram os anos pré revolução industrial e foi um sucesso.

Anos depois, em 1889, Paris sediou a Expo e para o evento foi construída uma torre de ferro, que deveria ser temporária. O sucesso foi tão grande que ali ficou e se tornou o símbolo maior da cidade.

A Expo de Paris de 1889

A Expo de Paris de 1889

Mas não é a primeira vez que Milão sedia uma Expo. Tivemos esse privilégio em 1906, quando em ocorrência do evento, a cidade lançou o seu pólo de feiras, ainda hoje famoso em todo mundo com um calendário sempre cheio e variado. Na época usamos também o Parque Sempione para a construção dos pavilhões.

E aqui estamos nós, 110 anos depois, nos preparando para a próxima edição em um clima que mistura expectativas das oportunidades para Milão e um pouco de descrédito da parte dos cidadãos milaneses, já que o investimento econômico é grande e a pergunta é: e depois da Expo?

Até o momento, 138 países confirmaram a participação e cada um deles será responsável pela construção do próprio espaço expositivo. O Brasil acaba de anunciar a realização de uma superfície de mais de 4.000 m2 para desenvolver a 360° o tema escolhido pela Expo e que será discutido nos 6 meses de manifestação: Nutrir o planeta, Energia para a vida.

Milao Expo 2015

Planta da área da Expo2015 Milano

O tema é muito atual e amplo e abrange aspectos culturais, ambientais, tecnológicos, logísticos, agrários, geográficos, econômicos, entre outros. No site em inglês ou francês da Expo, é possível baixar o guia do tema, que explica as propostas, objetivos e ilustra alguns aspectos técnicos da manifestação.

A área da Expo Milão está localizada a Nordeste da cidade e incluirá uma parte do território do município de Rho (onde já fica i pólo feirístico da cidade) e vai ocupar 1,7 milhões de metros quadrados.

Agora é esperar e torcer para que seja um sucesso.

Fotos: Milão nas mãos e internet