Posts

Milão no inverno

Provavelmente, a maioria das pessoas que planeja uma viagem para a Europa pensa em vir para cá na primavera e porque não, no verão. Ok, os dias são mais longos e ficar batendo perna é mais agradável com uma temperatura de 25 graus.

Mas existe um grupo de pessoas que por opção ou necessidade (de trabalho, por exemplo) vem para cá no outono e inverno e, apreciar a cidade com temperaturas que muitas vezes beiram o zero é possível. Afinal, nesse período a vida da gente aqui muda um pouco, mas não pára. O inverno muitas vezes é rigoroso, mas nem sempre com nevadas intensas.

Sim, você tem que rever os seus programas: nada de aperitivo (happy hour) nas mesinhas das calçadas e nem longas caminhadas pelas ruas de Brera e dos canais. Em Milão a dica é trocar tudo isso pelos inúmeros museus que a cidade tem à oferecer (Pinacoteca di Brera, Pinacoteca Ambrosiana, Museu Novecentos, Museus do Castelo Sforzesco, as casas museus, Gallerie d’Italia e outros), trocar as lojas de rua pelas compras na Rinascente ou na Galleria Excelsior, visitar as centenas de igrejas da cidade, muitas delas decoradas com afrescos famosos e obras de arte.

Uma sala da Gallerie d’Italia

Quem fala um pouco de italiano, ainda tem a opção dos teatros e cinemas da cidade.

E entre uma coisa e outra, essa é a melhor época para apreciar um almoço com entrada, primo e secondo prato com as melhores receitas de pratos outonais e invernais regadas a muito vinho ou até mesmo sentar e tomar um chá ou chocolate quente acompanhados dos maravilhosos pasticcini (doces de confeitaria) em confeitarias como a Pasticceria Cova, Pasticceria Cucchi ou na Peck.

O chocolate quente da Peck

Tenha o cuidado de se vestir em modo adequado (passar frio não é agradável) e você não irá perder nada do que Milão tem à oferecer de novembro à março.

O novo trem Italo

O novo trem italiano Italo

Italo treno é o mais novo trem de alta velocidade da empresa ferroviária privada italiana NTV que nasceu para fazer concorrência ao paquiderme estatal Ferrovie dello Stato.

Operando desde abril 2012 oferece, em um trem moderníssimo de última geração, a possibilidade de viajar em 3 diferentes tipos de classes: Club, Prima e Smart.

O vagão Club, a classe mais exclusiva, foi colocado na início do trem para não expor-lo à passagem dos viajantes e dispõe de somente 19 poltronas em couro dotadas de monitor 9’’ touch screen. Também é previsto um serviço de bordo.

Interno do vagão Club

 

 

 

 

 

 

 

A classe Prima é dividida em 5 vagões e prevê um deles como área relax onde não é permitido o uso de celulares. Como na classe Club, aqui as poltronas também são de couro e é oferecido um serviço de bordo.

A classe Smart ocupa os últimos vagões e oferece 3 tipos de tarifas econômicas. Aqui o serviço de bordo é substituido por distribuidores de bebibas/lanches e para as viagens mais longas existe a possibilidade de reservar um lugar no vagão cinema.

 

O vagão da classe econômica Smart

O trem é dotado de conexão wi-fi gratis em todas as classes. O trecho Milão-Roma dura 3 horas e meia e um bilhete custa mais ou menos de 130 euros (Club) a 30-88 euros (Smart).

No momento Italo opera no trecho de Milão para Bolonha, Firenze e Roma (e vice-versa), mas em breveo estão previstos destinos como Nápoles e a inauguração do trecho Turim-Milão-Veneza.

Esse pode ser um jeito charmoso de viajar para destinos que cada vez mais estão indo parar nas mãos das companhias áreas de baixo custo. A pena é que os trens novíssimos e muito provavelmente eficientes cheguem nas esquálidas estações ferroviárias italianas.

Fotos: Internet

Rede WiFi Grátis em Milão

Na cidade de Milão é ativo o serviço de rede WiFi gratuita, o Open WiFi Milano.

A área do centro e arredores já tem uma cobertura bem ampla e novos pontos estão sendo ativados. Cada usuário registrado tem a disposição 300MB de volume de dados para baixar por dia. Depois que esse limite é superado, o usuário continuerá a navegar em alta velocidade por mais 1 hora, depois disso a velocidade de navegação cairá para 192 kb/s até a meia-noite.

Para ter acesso ao serviço de internet grátis em Milão você tem que se registrar no site do serviço e tem que ter um número de celular italiano (ler post) onde você receberá a senha (para quem não tem um celular com ship italiano, o registro para obter a senha de acesso pode ser feito no ATM Point da estação Duomo, Centrale, Cadorna, Garibaldi, Loreto e Romolo apresentando o passaporte).

É mais complicado escrever do que se registrar, mas aqui vai:

– na área de configuração de internet do seu celular, procurar a rede openwifimilano e selecionar
– o browser abrirá com a página de boas-vindas do serviço
– nos pontos 1 e 2 selecionar acconsento (são relativas a lei de privacidade e condições de utilizo)
– nos pontos 3 e 4 você pode selecionar non acconsento (recebimento de informações e newsletter)
– ponto 5 colocar o número de celular
– ponto 6 clicar em Richiede

Depois disso você receberá um sms com uma senha. Entre de novo na página, clique em Login e coloque o número do celular e a senha recebida.

Pronto!! Você está usando a rede internet WiFi grátis de Milão.

A mesma senha pode ser usada para acessar a rede usando outros dispositivos como tablets e notebooks. O site do serviço é disponível em italiano e inglês.

Chip para celular na Itália

Para quem está de passagem por Milão e viajando pela Itália e precisar de internet no celular e não quiser ativar o serviço (caríssimo)  de roming de dados, o ideal é comprar um chip para o seu celular com a opção de internet.

Chip para celular na Italia Milão

As três maiores operadoras italianas são: TIM, WIND e VODAFONE.  Todas elas tem lojas espalhadas pelo centro de Milão e nos principais shoppings e supermercados e oferecem planos com a opção de navegação na internet para turistas.

Aqui não existe essa coisa de desbloquear celular, você só tem que escolher a operadora, procurar uma loja, escolher a oferta e pedir uma CARTA SIM (o chip) recarregável (ricaricabile). Geralmente os chips novos tem um custo de  5 euros de ativação.

A TIM tem um plano para turistas que se chama TIM VISITORS que inclui 100 min de chamadas e 4Gb de internet por 20 euros. Se informe também sobre a possibilidade e terifas de um plano só com dados. Vodafone também tem um plano para os viajantes, chamado VODAFONE HOLIDAYS que por 30 euros inclui 300 min de chamadas, 300 sms e 2Gb de internet ou o C’all Global .

Lembrando que aqui, a diferença do Brasil, a melhor cobertura é da TIM.

Loja Tim Milão

Vale a pena para quem fica na cidade (ou na Itália) por mais de 1 semana. Outra opção para o uso de internet são as várias lojas, bares e restaurantes com Free WiFi Zone e a rede WiFi Grátis de Milão (ler post) que funciona com números de celulares italianos e estrangeiros.

Saiba

ANTES DE VIAJAR

-Controle seu passaporte e verifique se ele tem pelo menos 6 meses de validade. Os cidadãos brasileiros não precisam de visto para turismo e podem permanecer na Itália por 3 meses.
-Na imigração podem pedir o endereço de onde você vai ficar e quanto dinheiro está trazendo. Tenha às mãos a reserva de hotel ou endereço da casa do amigo que te hospeda e mostre também cartões de créditos e dinheiro. Eles também podem exigir um seguro de saúde internacional com cobertura mínima de 30 mil euros e a passagem de volta.
-Se você estiver vindo a trabalho ou estudo, traga comprovantes de matrícula, inscrição em congressos e feiras, etc ou carta de quem convida com a duração da estada e motivo do convite.

AQUI
-As lojas em toda a Itália aceitam os principais cartões de créditos (Visa e Credicard sãos os mais aceitos), mas muitas pedem o passaporte para conferir a assinatura. Se você não quer ficar andando com seu passaporte, a melhor pedida é uma cartão de débito, que você pode carregar (em euro) antes de viajar. Informe-se com seu banco.
-As lojas, restaurantes e bares emitem recibo em todos os tipos de compra (até um cafezinho). Aceite e conserve-os. Se por acaso você for abordado por um fiscal saindo de uma loja sem recibo você também ganha uma multa.

 

-A maioria das lojas, restaurantes e museus tem um dia de fechamento na semana. Ele pode variar, mas geralmente são no domingo ou segunda.
-No último sábado de março o país entra no horário de verão e a diferença com o Brasil é de 5 horas (a mais em relação ao horário de Brasília). No último domingo de outubro o horário volta a normal e a diferença cai para 3 horas.
-As farmácias na Itália não vendem rémedios como antibióticos, anti-inflamatórios e medicamentos para doenças crônicas sem receita. Se você é usuário desse tipo de medicamento, traga a sua farmacinha, se possivél acompanhados de receitas (no caso de a imigração questionar o transporte).
-Se você for alugar um carro, traga a habilitação brasileira mas cheque com a locadora se eles recomendam a carteira internacional de habilitação. Caso for dirigir um carro não alugado, aí sim você deve ter uma carteira de motorista internacional. O Código da Estrada italiano segue a Convenção de Genebra e a Itália usa sinais de trânsito internacionais.
-Na Itália é proibido fumar em lugares públicos.
-A corrente elétrica na Itália é AC eo ciclo é de 50. A tensão é de 220v.
-Os Correrios (Posta) funcionam de segunda a sexta (algumas agências também nos sábados) das 8.30 às 13.30 (algumas agências mais centrais fecham as 17.00).

FERIADOS EM MILÃO
Escritórios e (algumas) lojas fecham nas seguintes datas:
Janeiro 1 ( Ano Novo); Janeiro 6 (Dia de Reis); Dia de Pasqua e a segunda-feira sucessiva ; Abril 25 (Dia da Libertação), Maio 1 (Dia do Trabalho); 2 Giugno (Dia da República); Agosto 15 (Assunção da Virgem); Novembro 1 (Todos os Santos); Dezembro 7 (Santo Ambrosio); Dezembro 8 (Imaculada Conceição); Dezembro 25 ( Natal); Dezembro 26 (Santo Stefano).